Pesquisar por palavra-chave

terça-feira, maio 27, 2008

Metamorfose Delirante

Executiva do PT autoriza aliança com PSDB, PPS e DEM em 12 municípios RENATA GIRALDI - da Folha Online, em Brasília. A Executiva Nacional do PT aprovou nesta segunda-feira que o partido se alie ao PSDB, PPS e DEM em 12 municípios em todo país. A decisão foi tomada no mesmo dia em que o comando petista ratificou o veto à parceria do PT com PSB e PSDB em Belo Horizonte (MG). A justificativa de integrantes da legenda é que a disputa eleitoral em BH tem reflexos nas eleições presidenciais de 2010. "Eles [os defensores da aliança de BH] dizem que Belo Horizonte poderia ser um caso idêntico com os outros [casos em que o partido negocia com legendas que não apóiam o PT em nível nacional], mas o problema é que os outros [casos] não tiveram a visibilidade de Belo Horizonte, não tiveram o dedinho, o desejo e a ansiedade do Aécio [Neves, governador de Minas Gerais pelo PSDB]", afirmou a líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC), após a reunião da executiva. Nesta segunda-feira, a executiva manteve o veto à aliança do PT com o PSDB por 13 votos favoráveis e apenas dois contrários --Roménio Pereira e Jorge Coelho. Também hoje a executiva analisou 15 casos em que o PT negocia alianças com PSDB, PPS e DEM, partidos que fazem uma dura oposição ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no cenário político nacional. A Executiva Nacional do PT aprovou hoje a aliança com partidos que fazem oposição a Lula em nível nacional nos seguintes municípios: Palmas (TO) e Montes Claros (MG) que articulam aliança com PPS; já com os tucanos a aliança foi aceita em Linhares (ES), Nova Friburgo (RJ), Criciúma (SC) e Itajaí (SC). Já a parceria com o DEM foi aprovada pelo comando nacional do PT em Guarujá (SP) e Canoas (RS) e mais uma inusitada aliança dos democratas e tucanos com os petistas em São Vicente (SP) e Cáceres (MT). Segundo interlocutores, essas parcerias foram aprovadas desde que PSDB, PPS e DEM não estejam como cabeça de chapa na aliança com o PT. Ainda na reunião da executiva hoje foram rejeitados Belo Horizonte, Açailândia (MA), Cláudia (MT), Cabo Frio (RJ) e Xanxerê (SC). Em todos esses casos o PT negociava aliança com o PSDB. Na sexta-feira e sábado, o Diretório Nacional do PT se reunirá em Brasília. Na ocasião serão apreciados --e votados-- os recursos encaminhados pelos diretórios estaduais sobre eventuais alianças consideradas polêmicas.