Pesquisar por palavra-chave

segunda-feira, outubro 27, 2008

Circo

Acabou o circo, desarma-se o palanque, tudo de volta ao statu quo ante, retiram-se as placas das ruas que não serão mais asfaltadas, desaparecem-se os pintores de asfalto, os pobres coitados que ganhavam um dinheirinho pra segurar bandeiras nas esquinas, voltam ao desemprego, o asfalto que na próxima chuva desaparecerá e que durante a campanha serviu como carro chefe pra segurança, pra saúde, pro turismo, não sei como não conseguiram dizer também que ele servia pra educação. Pobre Belém.
De um Leitor do Jornal Diário em sua versão Digital a qual permite comentários e é gratuíto, ao contrário do concorrente, O Liberal.