Pesquisar por palavra-chave

segunda-feira, agosto 09, 2010

Texto 67

...como se fosse um anjo caído de um sonho cálido Anjo de grandes lábios roxos e possuidor de ancas em deleite... Pairando assexuadamente em um céu de olhos róseos... com toque que mescla a amargura do amanhecer e a orgia explicita no crepúsculo eram digitais sem ex(impressões) ... como se fosse tirana...por vingança desceu à terra... E seus pés tocaram a grama do jardim da salvação, calmos como o olho do furacão vagou em trejeitos lascivos com a boca aberta e a espreita ... como se fosse pura...para se sujar colheu a flor da perdição... Bem vinda ... noite Espectro de charme e matizes misteriosos, que envolve como chuva ácida, descaracterizando o caráter, a razão e os desejos. http://www.reticere.blogspot.com/