Pesquisar por palavra-chave

sexta-feira, dezembro 03, 2010

X9 é acusado de estupro e é procurado pela INTERPOL.



Que coincidência. 

O WikiLeaks acaba de divulgar milhares de documentos e informações constrangedoras expondo os EUA e vários outros países e a Interpol solta na sequência uma Red Notice, publicação para captura e prisão, sobre Julian Assange, o fundador do site. Ele está sendo procurado pela acusação de “violações sexuais”.

O mandado de prisão da Interpol é baseado num pedido do Ministério Público sueco, por conta de duas acusações referentes à estupro feitas por duas mulheres, coincidentemente após a publicação dos diários de guerra do Iraque e do Afeganistão. Aparentemente, eles não leram o livro Os Homens que Não Amavam as Mulheres.

Os rumores mais recentes indicam que Assange está num local secreto fora de Londres, junto com outros membros do WikiLeaks, após declarar que a secretária dos EUA, Hillary Clinton, “deveria renunciar” por conta das espionagens ocorridas na ONU.

Assim, tudo fica parecendo o processo de criação de um roteiro de cinema, com um cara jogando tudo no ventilador sobre os EUA e seus amigos cruéis e depois uma cena com salas secretas e escuras cheias de oficiais nervosos, batendo em mesas e gritando “EU QUERO A CABEÇA DESSE CARA!”, até que ele é finalmente preso. Eu chutaria que a Interpol não pegará Assange e ele beberá um delicioso drinque de Polônio rindo de todos.


By Gizmodo Brasil