Pesquisar por palavra-chave

sexta-feira, março 18, 2011

Nepotismo pra que te quero?


Ana Júlia Carepa nunca teve três mil assessores especiais.
 
Entre exonerações e nomeações, o saldo da ex-governadora petista deve ter ficado em torno de 1.500 ou 2000 assessores – quer dizer, quase a mesma quantidade dos governos tucanos.
 
Tal disputa, porém, é irrelevante.
 
Afinal de contas, o que importa se tucanos ou petistas nomearam mais ou menos assessores que os seus rivais?
 
Assessorias especiais, assim como incentivos fiscais e outras questões administrativas ou de governo, não são um mal em si.
 
O problema é a maneira como são usadas e até, é claro, a compatibilidade com a legislação.

II

Na imoralidade que cerca o uso das assessorias especiais se lambuzaram tucanos, petistas, peemedebistas e praticamente todos os partidos paraenses.
 
Até porque essa imoralidade envolve não apenas quem concede, mas, também, quem recebe tais “favores”.
 
É preciso, portanto, acabar com essa infantilidade e hipocrisia.
 
Estão todos atolados até o pescoço nessa imundície.