Pesquisar por palavra-chave

terça-feira, outubro 25, 2011

OAB-PA começa a perder quadros devido a intervenção federal



Zé Carlos é presidente da Comissão de Meio Ambiente da OAB-PA até hoje. Está deixando o cargo por não aceitar o ato autoritário e parcialmente manobrado pelos inimigos da democracia que fizeram de tudo para impor uma derrota à luta contra a corrupção no Estado do Pará.


Leia o email enviado pelo nobre advogado.



É como muita tristeza que informo o meu desligamento da Comissão de Meio Ambiente da OAB-Pará, ato que farei hoje pela manhã em expediente endereçado ao interventor de plantão. Minha decisão está no fato de discordar frontalmente da medida adotada em sessão "secreta" pelo Conselho Federal que não respeitou o direto de defesa, do contraditório e do devido processo legal, baseando-se não em provas, mas exclusivamente em versões mentirosas, divulgadas no Jornal Diário do Pará do Senhor Jader Barbalho, ferido de morte pelos atos moralizadores do combate a corrupção e pela Lei da Ficha Limpa, levado adiante pela diretoria violentamente deposta.

É a primeira vez que um ato violento assim ocorre na nossa Instituição, mas também foi a primeira vez que um grupo de oposição comprometido com os advogados e com a sociedade havia chegado ao poder dentro da Ordem. Também foi a primeira vez que uma diretoria teve coragem de ir as ruas em combate a corrupção. Também foi a primeira vez que desagradamos os poderosos no Pará. Foi a primeira vez que a OAB falou e fez como no casso do TQQ, antes os nossos protestos não passavam de entrevistas sem qualquer consequência, sem ações ajuizadas, sem denúncia ao CNJ, sem nada. Também foi a primeira vez que uma diretoria corajosamente cortou de seus diretores o cartão corporativo de milhões, telefones celulares de dez mil mensais, carros, compras e outras farras sustentadas pelo dinheiro da nossa anuidade. Tudo tem uma primeira vez e também foi a primeira vez que os advogados paraenses mais simples, sem nome familiar a carregá-lo, apenas com os livros e trabalho, tiveram vez na Ordem.

Agradeço a colaboração de todos e parabenizo a nossa Comissão de Meio Ambiente por tão relevantes trabalhos, que neste curto espaço de tempo democrático, prestaram aos advogados paraenses, a sociedade atual e as futuras gerações, merecedoras de receber um meio ambiente ecologicamente equilibrado. Agradeço aos parceiros de outras instituições como MPE, MPF, CREA, UFPa, CNBB. Agradeço as parceiras da sociedade civil organizada como a REVOLEA, FÓRUM DAS ILHAS, POEMA, BOLSA AMAZÔNIA, REDE DE CATADORES, ONG NO OLHAR, ASSOCIAÇÂO DE MORADORES DE BARCARENA, DEMA, PV e tantas outras que confiaram no trabalho da Comissão e da OAB-Pará. Aos parlamentares Arnaldo Jordy, Cláudio Puty, Edmilson Rodrigues, Carlos Bordalo, Edilson Moura, Gabriel Guerreiro, Marquinho, Adalberto Aguiar, Otávio Pinheiro, Carlos Augusto, Abel Loureiro, Fernando Dourado, José Scaff. que diretamente contribuíram com os trabalhos da Comissão de Meio Ambiente.

Assim que a democracia for restabelecido voltarei a colaborar.

José Carlos Lima é advogado, blogueiro e presidente da Comissão de Meio Ambiente da OAB-PA.