Pesquisar por palavra-chave

quinta-feira, janeiro 19, 2012

Campanha eleitoral extemporânea?


Ao chegar na tarde desta quarta-feira chuvosa, ao escritório de um amigo, para ajudar-lhe com dicas para melhor usar seu Facebook, eis que me deparo com o banner acima (clique para ampliar). 

De cara, o indaguei: Isso não é campanha eleitoral extemporânea?


Pedi então que meu amigo clicasse no perfil da pessoa que havia feito a postagem da foto e encontrei o nome do jovem aloprado: Pedro Ivo Castro, que segundo seu perfil no Facebook é professor do Grupo Educacional Ideal e lá mesmo se define: "Sou um estudante brasileiro, acredito no futuro da educação - historiador, militante socialista de 21 anos... Professor.”.

Como não estava ali para este propósito, fotografei a tela do computador do amigo, postei no meu twitter e continuei a ajuda em suas redes sociais. Já que meu twitter está integrado ao Facebook, tudo que posto no primeiro, vai direto pro segundo e alguns minutos depois, recebi uma mensagem da colega Enize Vidigal, que hoje responde pela Assessoria de Comunicação do Deputado Estadual Edmilson Rodrigues (PSOL-PA), quem o banner publicitário projeta como Perfeito de Belém, com o seguinte conteúdo:

"Diógenes Brandão, esse material não procede. não foi elaborado pela equipe do deputado Edmilson Rodrigues. Certamente, ele não tem conhecimento disso. Percebo que foi usada uma foto muito antiga, facilmente conseguida numa busca em site de pesquisa. Por favor, informe em qual link vc conseguiu essa imagem ou quem postou para que possamos apurar a origem disto e solicitar a retirada. Contamos com a sua contribuição. Atenciosamente, assessoria de imprensa do Dep. Edmilson Rodrigues.

Já em casa, fui responder a mensagem da Assessoria e buscar o que me foi pedido: o autor da postagem daquela propaganda, e percebi que a colega jornalista podia estar certa ao dizer que o jovem Pedro Ivo Castro não seja da equipe do deputado, mas seu perfil no twitter revela que é filiado ao PSOL e seus comentários postados logo em seguida, nos dão conta de que além de militante e pessoa instruida, sabia muito bem o que estava fazendo, já que encontrei em seu Facebook, outros indícios que o ligam muito ao perfil político-ideológico do deputado Edmilson Rodrigues, além do fato de que vários de seus amigos são dirigentes do PSOL, como por exemplo, o ex-deputado Babá (Hoje liderança do PSOL-RJ), Luiz Araújo (ex-secretário de Educação de Edmilson Rodrigues e que até outro dia, assessorava a ex-senadora Marinor Brito, em Brasília) e do próprio Edmilson Rodrigues.




Como justificativa do banner publicado em seu mural, Pedro Ivo Castro, declara:


Essa Imagem foi feita pelo povo!

E logo em seguida, marca vários amigo e sugere: Compartilhem a foto!!! vamos começar a campanha popular já!

Ao ver, um de seus amigos diz: Propaganda eleitoral antecipada é crime, parceiro.

E ele responde: Quem disse que é propaganda eleitoral??? ta vendo nome de partido ou número? é manifestação popular na rede, isso pode! kkkkkkk

Como provavelmente deve ter sido avisado, por volta da meia-noite, recebi duas mensagens pelo twitter do próprio Pedro Ivo Castro, onde novamente volta a justificar seu ato, dizendo:

Hoje pela tarde perguntou se uma foto que ele tirou de uma postagem da rede não era campanha de um candidato...


, acho que campanha exteporânea foi o que LULA fez pra Dilma, ou que Ana Júlia fez no Pará, isso é o que o PT ta fazendo agora.

Como não sou jurista e nem entendo patavinas de direito eleitoral, trago à ribalta da blogosfera e das redes sociais, a seguinte indagação: Isso não é ou não é crime eleitoral, enquadrado como campanha eleitoral extemporânea?

Siga-me no twitter e saiba tudo e mais um pouco, do que acontece na internet e na Pólis. >> @JimmyNight.