Pesquisar por palavra-chave

sábado, setembro 07, 2013

Bicheiros são presos, mas ainda falta um senador

Depois da águia, o coelho: polícia estoura Parazão e prende 70 pessoas ligadas ao jogo do bicho no Pará, Rio e Bahia. R$ 2 milhões apreendidos no Banpará e R$ 800 mil no Parazão. Filho de Luizinho Drumond entre os presos. Bicheiros podem ter lavado dinheiro com a compra de uma profusão de imóveis em Belém. “É o resgate de uma dívida histórica da Segurança e da Justiça do Pará”, diz promotor sobre a operação "Efeito Dominó". Reportagem da Perereca mostra a exploração de pessoas pobres pelos capos da jogatina.

Neste saramandaico estado do Pará, já houve tempo em que os capos do jogo do bicho convocavam coletiva de imprensa para desancar a polícia.

Pior: até ameaçavam a polícia com uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar supostos casos de corrupção policial.

Aliás, como você vê nas fotos acima, extraídas de uma postagem histórica da Perereca (http://pererecadavizinha.blogspot.com.br/2012/03/nos-tempos-da-bicharia.html) os bicheiros até ameaçavam o distinto público com uma greve geral.

Manchetavam os principais jornais do Pará, com direito a simpáticas charges; possuíam entidade representativa e até porta-voz – o hoje senador Mário Couto Filho...

Eram os tempos da águia: de tão escancarado, o jogo do bicho até “doava” dinheiro para "as obras sociais" do Governo do Estado – e os bicheiros falavam abertamente dessa propina, singelamente apelidada de "doação".

No entanto, neste 6 de setembro de 2013, ou seja, 25 anos depois, os capos do jogo do bicho finalmente tiveram o seu dia de coelho: caçados pela polícia, acabaram no xilindró.

“Hoje estamos resgatando uma dívida histórica, tanto do sistema de segurança como do sistema de Justiça desse Estado”, disse o promotor Milton Menezes, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual, ao falar à imprensa sobre a operação “Efeito Dominó”, que colocou em cana 70 pessoas ligadas à jogatina, em três estados: Pará, Rio de Janeiro e Bahia...Continue lendo.