Pesquisar por palavra-chave

segunda-feira, julho 31, 2017

Recorde de acesso no blog, tatuagem de Wlad que custou R$1.200 pode ser falsa, mas ganhou repercussão nacional


Com a camiseta manchada aparentemente de tinta comum em tatuagens de henna, Wlad diz que a mesma custou R$1.200 e já pensa em fazer homenageando Temer como o único e maior estadista.

Por Diógenes Brandão

A foto publicada em primeira mão pelo blog AS FALAS DA PÓLIS, trouxe-nos o mais novo recorde de acesso e revelou ao mundo a tatuagem que segundo Wlad custou R$ 1.200, é definitiva, feita em Belém e uma forma de homenagear Temer: “O melhor presidente da história do Brasil. O único estadista que apareceu neste país”. 

Embora pareça não ser definitiva e sim uma tatuagem de henna feita momentos antes do registro, o deputado federal Wladimir Costa (SSD-PA) afirmou à revista IstoÉ que vai exibi-la na Câmara dos Deputados na próxima quarta-feira (02), durante a votação da admissibilidade da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) por corrupção contra o presidente Michel Temer.

Com um zoom na foto é possível observar que a tatuagem está borrada e a camiseta suja, possivelmente pela mesma tinta utilizada por quem aplica henna, comum nas praias como as de Salinas, município onde feito o registro.

Ao jornal Estadão, Wlad disse que "a dor valeu a pena" e até planeja fazer uma próxima, dessa vez na costela. "Quero escrever 'Temer, o único e verdadeiro estadista do Brasil'.

À Folha de São Paulo, o deputado que hoje se destaca como o maior e mais polêmico defensor de Temer, disse que ao ser tatuado com a bandeira nacional e o nome Termer, sentia dor, mas, ao lembrar do presidente, a dor passava. Os R$1.20000 teriam sido pagos em seis vezes no seu cartão de crédito.

No Whatsapp, Ademir Martins declarou: "Pela qualidade da tatuagem, como leigo no assunto, acho que o valor do serviço foi superfaturado, procedimento que aliás, tanto o tatuado como o homenageado, entendem muito bem do assunto (superfaturamento)".

De henna ou não, se cumprir a promessa e exibir a tatuagem no Plenário da Câmara dos Deputados, Wlad vai precisar retirar o paletó, o que pode ser reprovado pelos seus colegas e causar-lhe um processo por quebra de decoro parlamentar, causando-lhe a possível perda de mandato.

“Será um show de votos em favor do presidente. Só Deus derruba Temer. E ele é honesto. Então Deus não vai querer derrubá-lo.”, concluiu Wlad ao falar da sua crença na vitória de Temer no processo que enfrenta para evitar ser investigado.

Se e realmente honesto e não deve, o que ele tem a temer com uma investigação?


As novas informações são do portal G1, da Globo, que assim como a Folha, Estadão, IstoÉ e diversos outros veículos de imprensa nacional publicaram a foto que tem gerado muita polêmica nas redes sociais. 

Muitos internautas dizem através das redes sociais que Wlad envergonha o Pará, enquanto seus apoiadores dizem que ele é fiel e defende os amigos a qualquer custo. Pesquisa Ibope diz que 85

E você, o que acha de uma tatuagem com o nome do presidente Temer?