Pesquisar por palavra-chave

segunda-feira, junho 04, 2018

Lançamento da pré-candidatura de Márcio Miranda provoca reações da família Barbalho

Helder Barbalho e Márcio Miranda lideram as pesquisas eleitorais e polarizam a disputa pelo governo do Estado.

Por Diógenes Brandão 

Não foi a primeira e nem será a última vez que o jornal Diário do Pará é usado para atacar adversários da família proprietária, que além de disputar a hegemonia política no Estado do Pará é detentora de diversos veículos de comunicação que tornam-se armas poderosas contra quem ameace seus objetivos eleitorais e empresariais.

Com o início da campanha eleitoral, a política pega fogo e os grupos e partidos que concorrem entre si, iniciam uma verdadeira guerrilha pró e contra os principais nomes apresentados para o pleito.

Com a polarização da disputa pelo governo do Estado estabelecida entre Helder Barbalho (MDB) e Márcio Miranda (DEM), o jogo tende a esquentar a cada semana que nos separa do dia D. Até lá, a disputa elevará o tom das torcidas organizadas e desorganizadas, nas redes sociais e nos veículos de comunicação, que embora não devessem pertencer à políticos, acabam sendo usados para desestabilizar o necessário e utópico equilíbrio midiático que as campanhas eleitorais deveriam ter.


Exemplo disso, foi o uso da coluna Repórter Diário, do jornal Diário do Pará, que de forma sensacionalista usou o falecimento de uma idosa, moradora do município de Castanhal, com o claro objetivo de constranger o adversário de Helder Barbalho, herdeiro político do senador Jader Barbalho e da deputada federal Elcione Barbalho, ambos dirigentes do (MDB) e donos do jornal, portal, tv e rádios de sua família. 



A nota publicada no jornal utilizou-se de mensagens distribuídas anteriormente nas redes sociais e grupos do Whatsapp, onde houve uma ação orquestrada para atacar o lançamento da pré-candidatura ao governo, do deputado estadual e presidente da ALEPA, Márcio Miranda, prevista para esta quinta-feira, 07.

Diferente dos outros adversários da família Barbalho, Márcio Miranda não partiu para o contra-ataque e limitou-se a desmentir o conteúdo publicado no jornal e nas mídias digitais com uma Nota de Esclarecimento sobre o fato.