Pesquisar por palavra-chave

domingo, setembro 14, 2008

Carimbó Sem Fronteiras

OS QUENTES DA MADRUGADA apresentam em São Paulo e Rio de Janeiro o Carimbó, um dos mais tradicionais ritmos do norte do Brasil. Grupo da cidade de Santarém Novo (PA) realiza de 13 a 20 de setembro shows , bailes e oficinas sob o patrocínio do Programa Petrobras Cultural. O Carimbó está para o Norte assim como o forró está para o Nordeste. É música de festa, onde se dança até o dia amanhecer. Junção caprichosa do pé batido indígena com o rebolado africano, o Carimbó é um dos gêneros tradicionais mais significativos do país, onde sem conflitos se reúnem o sagrado e o lúdico, devoção e diversão, tradição e contemporaneidade. Nascido no litoral do Pará há mais de dois séculos, preservado nas comunidades pela oralidade dos mestres populares, em sua maioria pescadores e lavradores, o Carimbó é sem dúvida parte essencial da alma paraense e amazônida, um componente fundamental da identidade cultural brasileira. O Carimbó da Irmandade de São Benedito apresenta características particulares que o destacam dos outros grupos paraenses. Fundada há quase duzentos anos no município de Santarém Novo, a Irmandade mantém uma tradição extremamente complexa que envolve onze dias ininterruptos de festa, incluindo novenas, ladainhas, alvoradas, levantamento, derrubada e varrição do mastro, queima de fogos, pilouro – o sorteio dos festeiros, trajes tradicionais e diversos cargos como juízes, festeiros, mordomos, padrinhos, fiscais e outros. Dança, música, culinária, artesanato e procedimentos rituais compõem um precioso patrimônio cultural preservado pela oralidade. O público de São Paulo e Rio de Janeiro terá a oportunidade de vivenciar a beleza e a força dessa tradição no período de 13 a 20 de setembro de 2008, através do Projeto de Circulação Nacional do grupo “Os Quentes da Madrugada” – Carimbó da Irmandade de São Benedito de Santarém Novo¸ patrocinado pelo Programa Petrobrás Cultural e com o apoio do SESC/SP, SECULT/PA, Fundação Curro Velho (PA), COIMP (PA), Associação Cultural Cachuêra! (SP), Casa Brasil Mestiço (RJ), Centro Cultural Recordatório (RJ) e do grupo A Barca (SP). O projeto é um desdobramento do registro em CD das tradicionais cantigas de carimbó da Irmandade, produzido no ano de 2005 em parceria com o Núcleo Maracá e A Barca (SP) e também patrocinado pela Petrobrás. A circulação nacional atende à necessidade de difusão do centenário Carimbó de São Benedito para um público mais amplo, levando uma das mais autênticas expressões da cultura popular da Amazônia para outras regiões do país. Atravessando o país desde o Norte até o Sudeste, o grupo “Os Quentes da Madrugada” irá realizar shows, bailes e oficinas de vivência e confecção de instrumentos tradicionais em espaços do SESC e da Associação Cachuêra (em São Paulo) e na Casa Brasil Mestiço e Recordatório (no Rio de Janeiro). Além disso, haverá também encontros de vivência e integração com duas comunidades tradicionais do Jongo da região sudeste, a do Jongo do Tamandaré em Guaratinguetá (SP) e do Quilombo São José em Valência (RJ). O encontro histórico entre Carimbó e o Jongo, que já foi reconhecido como patrimônio imaterial do Brasil, faz parte da estratégia de fortalecimento das tradições populares brasileiras e da luta pelo seu reconhecimento efetivo. Por esse motivo, a Irmandade também aproveitará a oportunidade para difundir e articular apoio para a Campanha Carimbó Patrimônio Cultural Brasileiro, uma iniciativa que busca mobilizar a sociedade em prol do reconhecimento e valorização do Carimbó como componente importante da cultura de nosso país. Criada em Santarém Novo a partir de encontros de mestres e seminários realizados pela Irmandade desde 2005, esta campanha já conseguiu oficializar o pedido de registro do carimbó junto ao IPHAN e vem conquistando cada vez mais visibilidade e dignidade para os grupos e mestres tradicionais do carimbó paraense. Saiba mais visitando o blog da campanha: www.campanhacarimbo.blogspot.com