Pesquisar por palavra-chave

segunda-feira, setembro 22, 2008

A rapoza cuidando do galinheiro

Há uma concepção geral, que é interessante, de que o lucro não deve permear o processo de atenção à saúde. Mas isso é um dogma ideológico; a sociedade deve pensar nisso: tem algo a ver lucro e saúde? (…) O que a sociedade tem que garantir é que o Estado esteja presente na conferência da entrega. (…) Eu acho que o problema não é fazer, o problema é entregar, garantir a entrega. (…) Se existe ou não a intermediação do lucro é uma decisão geral que cabe à sociedade - que é uma sociedade capitalista, onde tem lucro em qualquer lugar.

A tal entrevista é com o Gonzalo Vecina Neto, atual superintendente do Hospital Sírio Libanês, que tem em seu currículo passagens pelo Ministério da Saúde, pela ANVISA e pela Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo - esta última entre 2003 e 2004, na gestão Marta Suplicy!

O assunto é justamente aquele que será o tema central do IV Congresso Latino Americano de Administradores de Saúde: PPP - Parceria Público-Privada na Saúde. O entrevistado, também presidente da Comissão Científica do Congresso, defende abertamente tal idéia. Leia mais aqui.