Pesquisar por palavra-chave

terça-feira, abril 20, 2010

A sonoridade dos blogs

"O PT do Pará está confundindo desorganização com democracia, e quando um incapaz leva a bola o jogo não para, pois prá quem sabe jogar nunca falta bola e ninguém joga bola sozinho".
De uma anônimo na caixinha de comentários do blog da teacher Edilza Fontes sobre a liderança de Paulo Rocha, imprescindível no status quo onde as tendências internas divergem e cada um fala e faz o que acha melhor. E logo em seguida, na mesma caixinha outro aninimo dispara:
"O projeto nacional não é uma abstração e o Governo Popular, no Pará, faz parte do processo de mudanças radicais iniciado no País em 2002 com eleição do presidente Lula. Quem vota em Dilma, vota em Ana Júlia. O PT não tem dono, embora alguns até quisessem exercer esse papel. Nem o Lula, do alto de seus mais de 70% de aprovação popular, tem poder para mandar e desmandar no partido, taí o Maranhão que não nos deixa mentir. Nem Zé Geraldo, nem Puty são contra a aliança com o PMDB, muito pelo contrário. O que não se pode admitir é a submissão de um projeto político de mudanças à agenda do cacique político de plantão, seja ele no PMDB ou em outro qualquer partido aliado. Aliás, professora Edilza, sua atitude não me surpreende: essa submissão ao Jader, sua e de seu ex-marido, o Raul, é histórica e data do período em que ambos eram militantes universitários, no DCE, a senhora como historiadora deve se lembrar muito bem... "
A caixinha com os comentários está na postagem A visita da governadora á casa do deputado Jader Barbalho.