Pesquisar por palavra-chave

quinta-feira, junho 09, 2011

Clip - Panelinha do Pará.avi

Entra pai, entra mãe, entra filha
Quem era inimigo, agora é amigo
Todo mundo faz parte da panelinha
Essa galera é uma tremenda panelinha.

Lá os puxa-saco tem moral
Tem emprego tem real
Todo mundo faz parte da panelinha
Essa galera é uma tremenda panelinha

Comem o dinheiro da saúde
Comem o dinheiro da educação
Lá tem que comer bem caladinho pra ficar na panelinha (se ñ sai!)

Olha só qem vem aí
Quem acabou de chegar
É muito puxa-saco
Que não dá nem pra contar
Quem era inimigo, come junto a família
Égua é muito puxa-saco
Comendo com a panelinha.

A letra acima é uma variante do tecnobrega, de autoria do Jurandy, um entre os milhares de artístas paraenses que não foram selecionados pelo Terruá Pará, mas foi utilizado pelo blog "Não Alopre na ALEPA" como a letra ideal para ilustrar a paródia muito interessante sobre o cenário político do Pará, através de um vídeo-clip montado apenas com recortes de matérias jornalísticas e fotos de políticos locais.

Criativo, hilário e cheio de provocações, o clip que divulga o abaixo-assinado da OAB-PA e das redes sociais do Movimento intitulado "Não Alopre na ALEPA", vale à pena ser visto e ouvido do começo ao fim, nos seus 3 minutos de duração.