Pesquisar por palavra-chave

sexta-feira, fevereiro 01, 2013

Fraudes, Assédio e desvios de função na Polícia Civil do Pará

 

Entidades sindicais denunciam fraudes, assédio moral e desvio de função na Polícia Civil do Pará. 

Categoria ameaça entrar em greve.
O presidente da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (COBRAPOL), Jânio Bosco Gandra, e o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Polícia Civil do Estado do Pará (SINDPOL/PA), Rubens Lima Teixeira, apresentam nesta sexta-feira, dia 1º de fevereiro, às 15h, ao delegado-geral da Polícia Civil do Estado do Pará, Rilmar Firmino de Sousa, uma série de denúncias feitas pelos policiais civis do Estado e apuradas pelas entidades sindicais.
 
Segundo Gandra, as denúncias vão desde desvio de função, a fraudes em provas apresentadas pela Corregedoria contra policiais civis, e também casos de assédio moral no interior das Delegacias de Polícia. “Essas denúncias serão entregues ao delegado-geral para que sejam tomadas as devidas providências. Queremos resolver a questão no âmbito administrativo para evitar um embate pior, pois do jeito que a situação está, se nada for feito, uma greve dos policiais civis em Belém será inevitável”, alerta Gandra.
Logo após a reunião com o delegado-geral, o presidente da COBRAPOL, Jânio Bosco Gandra, estará à disposição da imprensa.

Com informações do grupo "Jornalistas de Belém" no Facebook.