quarta-feira, dezembro 18, 2013

A politicagem paraense e o gênio da camisa 33

Stefani Henrique, ou o "gênio da camisa 33", teve duas derrotas esta semana.
Quase ninguém o conhecia, mas Stefani Henrique como "marketeiro" responsável pela ridícula apresentação do novo jogador do clube do Remo, no último domingo no Mangueirão e de ter trocado o escudo do clube em uma peça publicitária, há dois meses atrás, tem ganhado notoriedade. 

Antes de assumir a diretoria de Marketing do Clube do Remo, o nacional  prestava serviços ao PSOL-PA, partido que ajudou na derrota do então candidato a prefeitura de Belém, Edmilson Rodrigues, assim como já ajudou na derrota de alguns prefeitos pelo interior do Estado, como o ex-prefeito de Capanema, Alexandre Buchacra, que tinha certa sua reeleição, até contratar o "gênio da camisa 33" para assessorá-lo em sua comunicação.

Tido como "pé frio" e na condição de isolado em seu partido, o PT, Stefani hoje presta serviços à UGT, comandada pelo sindicalista Zé Francisco (PMN), quem faz uma oposição severa ao governo Dilma. 

Famoso por garfes históricas, a última investida de Stefani foi aconselhar seu cliente, o Zé Francisco" a reivindicar a vaga de suplente do Deputado Federal Gabriel Guerreiro (PV). 

Acontece que Zé Francisco foi suplente de Guerreiro até o dia em que era do PV, mas Stefani ignorou a lei eleitoral e foi pedir que Edmilson Rodrigues fosse defender a vaga de seu cliente, que hoje está no PMN. 

E não é que Edmilson fez?!

O presidente estadual do PV, Zé Carlos Lima, manifestou-se indignado em uma rede social, com as seguintes palavras: 

"Fiquei decepcionado e ao mesmo tempo sem entender o discurso do deputado Edmilson Rodrigues ontem na Assembléia Legislativa exigindo que o presidente desse posse imediata ao Zé Francisco, presidente do PMN, na vaga que é do PV. Logo o PSOL que sempre defendeu a fidelidade partidária. Edmilson Rodrigues deve ter bons motivos para ter mudado de posição."

Quem os conhece sabe que não é de hoje que o Deputado Estadual Edmilson Rodrigues (PSOL) serve de porta voz e concede favores ao "marketeiro azarento". 

No PSOL, há quem diga que "Ed", teria pedido à sua companheira de partido, a vereadora Marinor Brito, que esta articulasse junto ao vereador Zeca Pirão (presidente do Remo), uma vaga na diretoria do clube à Stefani, como prêmio a este por ter participado da última campanha eleitoral, onde "Ed" foi derrotado por Zenaldo e este elegeu-se prefeito de Belém.

A jornalista Franssinete Florenzano noticiou a derrota do nacional em sua pretensão de usurpar o mandato do deputado estadual Gabriel Guerreiro em seu blog, com as seguintes palavras:

"O deputado Gabriel Guerreiro(PV) conseguiu liminar do TSE garantindo o seu mandato, enquanto são examinadas as razões de seu recurso. Emocionado, foi à tribuna e entregou ao presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda(DEM), cópia da decisão." 

Diante de mais um fiasco, qual será a próxima ideia mirabolante do "gênio da camisa 33"?