terça-feira, fevereiro 24, 2015

Ato em defesa da Petrobras tem troca de socos entre petistas e grupo que pede impeachment de Dilma


Ato em defesa da Petrobras tem troca de socos entre petistas e grupo que pede impeachment de Dilma.

Ainda não se sabe de fato o que os manifestantes pró-impeachment foram fazer lá, mas o certo é que houve o confronto, após as provocações terem chegado aos "dedos na cara" e empurrões. O evento contou com a presença de Lula e foi convocado pela CUT e outras Centrais Sindicais. 

Em OGlobo.

Militantes petistas e um grupo que pede o impeachment da presidente Dilma Rousseff se enfrentam nesta terça-feira na porta da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no Centro do Rio, onde ocorrerá um ato em defesa da Petrobras.

Inicialmente, houve xingamentos e dedo em riste, e foram rasgadas bandeiras do PT e do grupo rival. Em seguida, os militantes partiram para a briga física, e houve troca de socos entre os dois lados. Pelo menos um militante está com a mão ferida por causa da briga. Um policial chegou a pegar um vidro de spray de pimenta, mas não jogou nos manifestantes.

Os que se opõem ao ato gritam “Fora Dilma” e os petistas chamam os adversários de “golpistas” e “coxinhas”. O evento, organizado por petroleiros e centrais sindicais, terá a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ainda não chegou ao local. A confusão fechou completamente o trânsito da Rua Araújo Porto Alegre, onde fica a sede da ABI.