sexta-feira, setembro 09, 2016

Wlad chama Edmilson de ladrão e deverá ser processado outra vez

Wlad encenando na Câmara dos Deputados em apoio à cassação de Dilma com bravatas que o tornaram no "palhaço paraense" em Brasília.
Por Diógenes Brandão

O deputado federal Wladmir Costa (SD-PA) gravou outro vídeo bizarro, dizendo que acordou inspirado e canta uma paródia musical usando a máscara do candidato que lidera as pesquisas em Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL). 

Com um roteiro elaborado pela campanha de Zenaldo Coutinho (PSDB), comandada pelo marqueteiro Orly Bezerra, Wlad acusa Edmilson Rodrigues de roubar livros e de querer se eleger para empregar petistas na prefeitura de Belém.

Em um dos trechos, o escroque canta: "Roubei, roubei e adoro roubar, roubar, roubar. Senhor juiz, não vale me condenar. Oito anos que passei, foi tão pouco para massacrar. O povo de Belém gosta de sofrer, vou cantar..".

Segundo matéria publicada pelo portal G1, Wladimir Costa  teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), em julgamento realizado no dia 08 de Junho deste ano. A matéria afirma que a  Corte julgou a arrecadação e gastos ilícitos na campanha eleitoral do deputado, que ainda pode recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo o TRE-PA, a Juíza Lucyana Said Daibes Pereira, relatora do caso, concluiu pela existência de gastos não registrados na prestação de contas da campanha no ano de 2014, em um total de R$ 410.800 mil, além de constatar indícios de falsidade em documentos, com base nas acusações do Ministério Público Eleitoral.

No fim do vídeo o deputado que também é vocalista da "banda Wlad", dispara mais uma de suas pérolas em apoio ao tucanato paraense: "Eu sei que o Zenaldo é gente boa.." Zenaldo Coutinho é prefeito de Belém e amarga a terceira posição nas pesquisas eleitorais.

A assessoria jurídica da campanha de Edmilson Rodrigues estuda o enquadramento legal que dará ao caso, mas avisa que processará Wlad novamente.