domingo, outubro 30, 2016

Eleições Belém: DOXA é reeleita como a melhor pesquisa do Brasil


Por Diógenes Brandão

As eleições municipais para a prefeitura de Belém chegam ao fim e entre os institutos de pesquisa que realizaram checagens neste processo eleitoral, a DOXA foi a que mais se aproximou do resultado das urnas, tanto no primeiro, quanto no segundo turno.

Dentro da margem de erro, pesquisa DOXA lacra mais um resultado eleitoral.
A DOXA acertou com o prognóstico de que mostrava que Zenaldo vinha crescendo nas pesquisas e seria reeleito. Já nesta última semana, vieram acompanhando esta tendência, o IBOPE e Veritate, que também apontaram para a derrota de Edmilson, mas com números diferentes. 

O instituto ACERTAR não divulgou pesquisas no primeiro turno, e foi o único que neste segundo turno publicou duas pesquisas, onde apontavam que Edmilson Rodrigues venceria as eleições e por isso teve duas capas dominicais do jornal Diário do Pará, da família Barbalho, que apoiou de forma velada a candidatura do PSOL em Belém.
Muito fora da margem de erro, pesquisa do ACERTAR dava vitória de Edmilson, candidato derrotado por Zenaldo.
Após assistir duas entrevistas no programa MAIS, apresentado pelo jornalista Guilherme Augusto, o estatístico responsável pelas pesquisa da DOXA e também cientista politico, Luiz Feitosa, perguntei o motivo destes impressionantes números de acertos dos prognósticos das pesquisas realizadas pelo Instituto DOXA e ele me falou que desde quando assumiu essa tarefa, fez uma revisão do plano amostral, evidenciando que precisava de ajustes devido a expansão populacional e as mudanças nas faixas etárias e econômicas. 

Depois disso, um eficiente treinamento dos pesquisadores, para que pudessem extrair o máximo de informações junto aos eleitores. Ainda segundo Feitosa, hoje a DOXA possui o melhor método de amostragem, dentre os demais institutos de pesquisas do país, fato considerado como diferencial no mercado. Para as eleições de 2018 haverá uma reestruturação que deixará a DOXA preparada desde já, para garantir manter qualidade dos seus serviços.

Para Dornélio Silva, proprietário e cientista político da DOXA, o resultado certeiro de suas pesquisas é fruto de um trabalho sério e responsável, de uma equipe experiente e que não teme ser criticada, quando seus números apontam para um retrato da realidade e por isso sempre sofre uma forte pressão por parte de militantes de partidos contrariados pela opinião pública e publicada.