Pesquisar por palavra-chave

sexta-feira, maio 19, 2017

Eleições suplementares: Jonas lidera disputa acirrada em Tomé-açu

Com quase 4 pontos de diferença para o segundo lugar, Jonas lidera pesquisa eleitoral estimulada em Tomé-Açú. Fonte: DOXA Pesquisas.

Por Diógenes Brandão, com informações da DOXA Pesquisas

Pesquisa DOXA realizada no município de Tomé-Açú revela que a eleição suplementar no município, prevista para o dia 04 de Junho, está acirrada. Entre os quatros candidatos, Jonas é quem lidera as intenções de voto, tanto na questão estimulada, quanto na espontânea.

Na questão espontânea, a diferença entre o primeiro e o segundo lugar aumenta alguns décimos e chega próximo de 5 pontos entre Jonas e Bruna. Fonte: DOXA Pesquisas.

A candidata do PSDB, Bruna, lidera a questão que apura a rejeição com 28,6%. O candidato do PSC, Jonas é o menos rejeitado, com 12,5% dos entrevistados.

A pesquisa foi realizada com 400 eleitores, entrevistados entre os dias 15 e 18 de Maio de 2017 e registrada no TRE-PA, sob o protocolo Nº PA-01934/2016. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro estimada é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

CONTEXTO

As eleições suplementares de Tomé-Açu foram convocadas pelo TRE-PA, por causa da invalidação dos votos dos dois candidatos mais votados nas eleições municipais de 2016, sendo eles, Eudes e Zé Hildo

Leia aqui as instruções para realização de eleições para prefeito e vice-prefeito do município de Tomé-Açu, no próximo dia 04 de Junho de 2017.

As eleições suplementares ocorrem nos casos em que a junta apuradora verifica que os votos das seções anuladas e daquelas cujos eleitores foram impedidos de votar poderão alterar a representação de qualquer partido ou classificação de candidato eleito pelo princípio majoritário.

Elas estão previstas nos arts. 187, 201 e 212 do Código Eleitoral e são caracterizadas pela renovação das eleições apenas em algumas seções eleitorais.

Constatada a necessidade de nova votação, a junta apuradora comunicará o fato ao respectivo Tribunal Regional, que, por sua vez, marcará o dia para a renovação da votação nas seções indicadas.