Pesquisar por palavra-chave

sábado, janeiro 12, 2008

Quem e Como ?

O Conselho Superior da Fundação Estadual de Amparo à Pesquisa do Pará (Fapespa) será empossado pela governadora Ana Júlia Carepa na próxima terça-feira (15), a partir das 17 horas, no Teatro Maria Sílvia Nunes, na Estação das Docas.
Instância máxima de deliberação da Fapespa, o Conselho Superior é um colegiado formado por 19 representantes da sociedade civil, sob a presidência do secretário de Estado de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia, Maurílio de Abreu Monteiro. A notícia divulgada pela FAPESPA e divulgado na Agência Pará, só não cita a composição do conselho em sua clarevidência. Escolhidos entre pessoas de notória capacidade profissional e reconhecida idoneidade moral, o Conselho Superior e seus suplentes serão nomeados pela governadora para um mandato de dois anos.
A notícia divulgada no site do governo só não elucidou quais serão os representantes da sociedade civil organizada e os critérios de escolha/indicação que definiram as pessoas de notória capacidade profissional e reconhecida idoneidade moral. Seria bom, não?

Pequena Diferença

A Blogsfera está tinindo. O Quinta Emenda e o Espaço Aberto fazem uma cobertura excepcional sobre o que As Falas considera um contra-ataque à tentativa de golpe ao processo Democrático da UEPA. Assim, fica à sociedade, a conclusão do que está por trás deste recente episódio da história paraense. Os adversários do PT, de camarote apreciam a movimentação e registram o desgaste da governadora em não acatar a decisão da UEPA, que através do CONSUN homologou a escolha das urnas que elegeram o Professor Silvio Gusmão, como o novo reitor eleito daquela respeitada universidade. Ana Júlia, por sua vez, consultada limita-se a frases nada elucidativas. Mas o fato do MPE ter sido acionado, freia a tentativa de nomeação de Bira para terça-feira, como comenta-se pelos rios de nossa terra. Aí, diante de tudo isso, fica a pergunta: Qual a atitude do Castelo de Greiscow? Diversas fontes, nos dão conta de que o argumento que está sendo utilizado pelos unidos do golpe, na tentativa de influênciar a retórica da governadora, seria destacar a "pequena" diferença percentual entre Sílvio e Bira e assim dar legitimidade de optar sobre quem lhe for conveniente. Se não me engano, o reitor da UFPA, Alex Fiuza ao concorrer em sua primeira eleição naquela universidade, foi eleito com a diferença 0, alguma coisa %, não lembram?