Pesquisar por palavra-chave

terça-feira, junho 17, 2008

Esperar para Crêr ou Desacreditar de Vez


O poster prepara-se para uma viagem à Brasília de onde trará novidades sobre diversos temas, pois contatos fartos de informações dos bastidores da cena política, abastecem-nos e permitem o exercício democrático da informação.

No entanto, antes de partir, deixará seu sinal de vivacidade, fruto de uma cobertura que, no mínino despertará a criticidade para alguns fatos que envolvem:

A esferal municipal (a atual posição de alguns partidos para as próximas eleições, obras do PAC, Dudu e a reeleição, etc.);

A estadual (reunião de lideranças com Claúdio Puty e o impensado conselho político - o qual tende a repactuar as relações entre poder público e as demais forças oriundas da sociedade civil organizada, para evitar crises, como as que o governo se envolveu (promoveu?) recentemente por falta de habilidade e diálogo de seus interlocutores -, a crise institucional da FUNCAP e a correlação com o acordo com o PSTU e PSOL para o fim da greve dos educadores, a linhagem do fisiologismo dos deputados estaduais e federais e uma matéria especial sobre o Conselho Estadual das Cidades)

Na esfera federal, uma rápida olhada na recomposição do imposto para a saúde, as obras do PAC e a vinda de Lula no Pará e seus desdobramentos.


Mesmo sem muito tempo disponível para a missão, o poster dará um jeito de cumprir o acima anunciado, afinal controle social é isso!

Vic Pires Franco

Este era o nome que deveria constar nos comentários que você comete nos blogs, se tivesse a coragem de assiná-los.
Nos últimos dias você vem escrevendo nos espaços destinados aos comentários dos blogs, leviandades envolvendo a mim e o Prefeito Dulciomar Costa, como as que você tentou postar uns dias atrás aqui e postou no Quinta Emenda e nos comentários do post anterior a este.
Tudo numa tentativa, bem ao seu estilo e em proveito próprio, de tentar prejudicar a campanha do prefeito Dulciomar. Quando é que você vai apreender a fazer uma campanha sem baixarias, sem canalhices, sem mentiras, Vic? Desde que o prefeito Dulciomar assumiu a Prefeitura de Belém, nunca tive nenhum tipo de reunião com ele para tratar de qualquer assunto.
Nunca houve uma negociação com o atual prefeito sobre a ação que a minha produtora ganhou da Prefeitura. Nunca sequer falamos sobre as próximas eleições. E sobre a campanha eleitoral, apresentei um orçamento para a agência que fará a campanha dele e sequer iniciamos as negociações ainda.
Você sabe muito bem qual a produtora que fará a campanha do Dulciomar, assim como sei que você está negociando com a 3D para a produção dos Democratas. O resto, Vic é pura leviandade sua.Reuni com o advogado Sabato Rossetti para pedir uma orientação sobre o processo que ganhei da Prefeitura.
Ele afirmou que o Dulciomar estaria interessado no trabalho dele na campanha. E que cobraria 200 mil reais pelo trabalho. Disse que costuma amealhar um apartamento por campanha e que essa seria a hora de faturar. Disse ainda que estava em negociações com os Democratas e só não havia fechado porque ao invés de dinheiro vocês teriam oferecido a ele uma secretaria.
O próprio advogado desestimulou qualquer tentativa de acordo alegando que a prefeitura deixaria esgotar todos os recursos judiciais para poder pagar a dívida. Nunca houve a tal reunião com o prefeito. Nunca houve sequer uma tentativa de negociação. E se o Sabato lhe disse que houve, ele é tão leviano quanto você.Desafio você ou o Sabato a colocar na internet a tal gravação de 72 segundos (pra variar múltiplo de 24 e multiplicado por 3, ainda por cima). Desafio vocês dois a trazerem a tal gravação a público, sob pena de confirmar o que muita gente pensa de você: um fanfarrão venal, covarde e mentiroso.
Se você quer atingir o prefeito Dulciomar use outra pessoa. Não seja canalha, Vic! Eu não lhe devo nada e embora não possua impunidade parlamentar, não tenho medo de você. Você não passa de um arrogante covarde! E bem que você e o seu advogado falastrão mereciam que viesse a público a pressão para nomeação de funcionários fantasmas na Prefeitura, em 92, o romance Fáridas & Marizas e outros fatos escabrosos que mostrariam o tipo de gente que vocês são.
Quanto a gravação da sua truculência reafirmando quem realmente manda em quem, fique tranqüilo. Ela está em local seguro. Está protegida pela ética. Jamais utilizei, utilizo ou utilizarei uma gravação de campanha eleitoral em proveito próprio ou de terceiros. Até porque, Vic, sou um profissional e gosto da Valéria. Ela é uma boa pessoa. É bem intencionada. É uma pessoa do bem e não merece este desgaste. Ela é em tudo infinitamente melhor do que você.
Se dê respeito, Vic! Você é um deputado federal ou pelo menos muita gente pensa que você é. Vá trabalhar. Vá fazer alguma coisa nobre em favor das pessoas que lhe elegeram, em favor do Pará, em favor do Brasil, ao invés de ficar fofocando e enlameando as pessoas na internet.
Walter Jr.
Desculpe, leitor do Caneta por envolve-lo nesta baixaria.Mas não costumo mandar flores para crápulas.
Para entender mais, antene-se na blogsfera e perceba quem são as pessoas que colocaram seus nomes (família) na disputa à prefeitura de Belém!

Isca

BOMBA ! BOMBA ! BOMBA!Maracutaia entre o prefeito Duciomar Costa e um marketeiro fracassado e desempregado, dono de uma produtora de TV falida.Duciomar prometeu pagar hum milhão referente a dívidas da prefeitura com a produtora, ainda da época de Hélio Gueiros, prefeito, para o marketeiro fracassado e um conhecido advogado eleitoral.O advogado, sem papas na língua, já entregou para um amigo os 72 segundos de gravação da conversa. A fita não vai para o youtube, mas vai para o Ministério Público.
O empresário se manifesta em seu blog, com a estratégia de atrair a atenção das pessoas que fizeram a provocação, no caso, o deputado Vic Pires Franco.

Anônimo "Ilustre"

“O prefeito levou hum milhão de motivos para fechar com um famoso advogado a sua campanha de reeleição. Para isso, usou os préstimos do dono de uma produtora de TV falida, mas que ainda tinha uma grana preta para receber da prefeitura, ainda da administração Hélio Gueiros. Dulciomar pagaria essa dívida, e o publicitário, repassaria uma parte para o advogado. A Polícia Federal já dispõe da gravação, autorizada pela justiça e acionará o MP nos próximos dias. A primeira a depor será a ex-mulher do produtor fracassado, sócia da produtora falida”.
A Postagem acima provocou outra reação quase que imediata do empresário da área da comunicação que possui um blog e não deixou barato.