Pesquisar por palavra-chave

domingo, fevereiro 14, 2010

Chico Buarque - Noite dos Mascarados

- Quem é você? - Adivinha se gosta de mim Hoje os dois mascarados procuram os seus namorados perguntando assim: - Quem é você, diga logo... - ...que eu quero saber o seu jogo - ...que eu quero morrer no seu bloco... - ...que eu quero me arder no seu fogo - Eu sou seresteiro, poeta e cantor - O meu tempo inteiro, só zombo do amor - Eu tenho um pandeiro - Só quero um violão - Eu nado em dinheiro - Não tenho um tostão...Fui porta-estandarte, não sei mais dançar - Eu, modéstia à parte, nasci prá sambar - Eu sou tão menina - Meu tempo passou - Eu sou colombina - Eu sou pierrô Mas é carnaval, não me diga mais quem é você Amanhã tudo volta ao normal Deixa a festa acabar, deixa o barco correr, deixa o dia raiar Que hoje eu sou da maneira que você me quer O que você pedir eu lhe dou Seja você quem for, seja o que Deus quiser Seja você quem for, seja o que Deus quiser

Prêvias no PT não estão descartadas

Do Blog Espaço Aberto O PT, que ganhou a parada, que ganhou a queda de braço com a governadora Ana Júlia nesse processo todo que vai desaguar nas mudanças na Casa Civil a partir de 1º de março, vai observar com muito cuidado, com muita atenção a postura de Sua Excelência a partir de agora. Ou melhor, a partir de março. Se houver qualquer, digamos, anormalidade política que volte a acirrar a disputa entre as tendências do PT, uma coisa é certa: haverá prévias. E não vai faltar candidato – ou candidata – para bater chapa com Ana Júlia, que assim passaria pelo constrangimento de passar previamente por uma disputa em seu próprio partido para conquistar o direito de disputar a reeleição. No momento, vale dizer, não tem a menor, a mais remota procedência a especulação – que não disto, de especulação – de que a prefeita de Santarém, Maria do Carmo Martins Lima, estaria propensa a disputa as prévias com Ana Júlia. Mas não há dúvida que as prévias, mesmo com outra disputante, serão sempre uma possibilidade a cogitar no PT. Tudo – mas tudinho – dependerá de Ana Júlia e seu grupo, a DS (Democracia Socialista), acachapantemente minoritária diante da Construindo um Novo Brasil, que reúne, aqui no Pará, as tendências Unidade na Luta (de Paulo Rocha e Maria do Carmo, entre outros), a PT Pra Valer (Bernadete ten Caten e outros) e Articulação Socialista (Beto Faro e companheiros).

Qual é a fantasia sexual número 1 deles?

Por Arlete Gavranic no portal Via Estelar

Muitas mulheres, inclusive as mais jovens e ‘modernas’, querem saber mais sobre os desejos masculinos para obter mais sintonia sexual.

A maioria concorda que ‘entre quatro paredes vale tudo’ mas no geral os casais acabam vivendo poucas variações e caem na temida rotina. Porque isso acontece?

Muitos, apesar de tantas informações, desconhecem seus desejos ou não acreditam que seu parceiro também tenha essas fantasias.

Por isso resolvi escrever sobre fetiches masculinos. Essas fantasias podem fazer parte de ‘brincadeiras’ e incrementar o erotismo na relação.

A fantasia número um dos homens é a de transar com duas mulheres. No final do texto estão as três preferidas entre os brasileiros segundo a SBRASH - Sociedade Brasileira de Estudos em Sexologia Humana.

O ménage traz à tona medo e insegurança na maioria das mulheres. Uma terceira pessoa poderá fragilizar a autoestima e autoconfiança em relação ao vínculo afetivo e à imagem corporal.

Tudo isso costuma deixar as mulheres resistentes a essa experiência. Mas existem aquelas que resistem por perceber uma excitabilidade excessiva nessa possibilidade de estar intimamente com outra mulher. A realização dessa fantasia implica numa relação de confiança pessoal e interpessoal, mas não deve ser tomada por pressão ou medo de que o outro busque sozinho esse prazer.

Fantasia na fantasia

Um dos caminhos que pode trazer excitação e envolvimento pode ser o de viver essa fantasia na fantasia, imaginado que a sua mulher é outra pessoa ou que há uma terceira pessoa na relação. Uma dica importante: procure não incluir nessas fantasias imaginárias a participação de pessoas conhecidas, pois isso costuma deixar as mulheres mais inseguras do que excitadas. Muitos homens desejariam ser surpreendidos por uma sessão de sexo com apetrechos. Pode ser um ‘vibrador’, uma lingerie ousada de couro, máscara, venda.

Alguns relatam que adorariam ficar de olhos vendados enquanto a mulher espalha mel, chantily, gelo, chocolate quente derretido, etc, em caminhos inusitados até chegar num sexo oral caprichado. Grande parcela dos homens reclama que suas parceiras têm receio ou nojo de sexo oral. No sexo oral pode-se contaminar com muitas doenças sexualmente transmissíveis, inclusive AIDS. Por isso, use camisinha – sempre!

Muitos desejam ver a sua parceira ‘fissurada’ pelo pênis, pois isso intensifica o tesão. Por que não brincar com vários tipos de preservativos, coloridos, fluorescentes e com sabor?

Muitos gostariam de sentir-se dominados na hora da transa, de ser algemados, amarrados... Mas até que ponto essa fantasia vale a pena? Pode ser uma brincadeira excitante, uma sacanagem estimulante, só não vale violência ou algo que desagrade o parceiro. Aliás, esse limite de dor e desagrado tem de ser respeitado em nome do vínculo de confiança na relação. Fetiches como o de ser seduzido por uma mulher nua, ou com uma lingerie sensual e de salto alto são muito frequentes. Há o desejo de muitos de que sua parceira sinta vontade de praticar sexo anal. Outros têm o desejo de pedir carícias na região anal, mas não pedem por medo de ter sua masculinidade questionada. Esses receios precisam ser desmistificados, a região perianal apresenta alta sensibilidade e grande eroticidade. Cabe ao casal começar a ousar e realizar com um pouco mais de envolvimento o prazer sexual. Ainda existem mulheres que deixam essa responsabilidade para os homens, elas também têm de participar. Boa sorte nas ousadias!

Fantasias masculinas

200 homens, entre 16 e 59 anos

47% transar com duas mulheres ao mesmo tempo 21% fazer sexo com mulheres famosas 12% fazer sexo grupal.

Fonte: SBRASH - Sociedade Brasileira de Estudos em Sexologia Humana