Pesquisar por palavra-chave

sexta-feira, julho 05, 2019

Caminhoneiro desafia Helder Barbalho: "Seja homem em suas palavras!"

PROPAGANDA ENGANOSA


Governador Helder Barbalho pousa para foto em cima da ponte do Rio Moju e olha o embarque de caminhões em uma balsa, como alternativa para desafogar a travessia e possibilitar o uso da estrada da Alça Viária. Foto: Maycon Nunes/Ag. Pará.


Por Diógenes Brandão

Na última quarta-feira de Junho, dia 29, o governador do Estado do Pará, Helder Barbalho esteve na Alça Viária, onde foi formado um canteiro de obras, orçado em mais de R$ 127 milhões de reais, para anunciar o início da oferta do serviço gratuito de travessia de caminhões por balsas, na área onde está sendo construída a nova ponte Rio Moju, que foi derrubada no dia 6 de abril, após ser atingida por uma balsa, causando desde então enormes prejuízos, atrasos e aborrecimento para quem precisa atravessar o rio que liga a Região Metropolitana de Belém ao nordeste do estado.

Em vídeo publicado em suas redes sociais, Helder Barbalho falou sobre os benefícios que seriam trazidos com as obras em andamento e o novo serviço de balsas oferecido para aliviar os problemas causados pela derrubada da ponte. 

Assista: 



Com o título Caminhoneiros já podem contar com serviço de travessia por balsa na área da ponte Rio Moju, a matéria publicada no mesmo dia, no site da Agência Pará, veículo de comunicação oficial do governo do Pará, a população foi informada da seguinte notícia: 

Foto que ilustrou a matéria do governo Helder Barbalho, considerada propaganda enganosa por um caminhoneiro. Foto: Maycon Nunes/Ag. Pará.


Caminhoneiros que fazem o escoamento de produção no Estado já podem contar com o serviço de travessia por balsa na área onde está sendo construída a nova ponte Rio Moju, na Alça Viária. Os primeiros caminhões e carretas começaram a ser transportados às 9h deste sábado (29). Com duração de aproximadamente 25 minutos e funcionamento de 6h até às 18h, a travessia é uma alternativa gratuita oferecida pelo governo do Pará para diminuir a concentração de veículos nas áreas dos portos do Arapari e os disponibilizados na Avenida Bernardo Sayão, em Belém.


Acontece que nesta quarta-feira, 3, cinco dias após Helder anunciar a oferta do serviço das balsas aos caminhoneiros, um motorista de caminhão gravou um vídeo com seu celular e publicou no Whatsapp, colocando em xeque a informação divulgada pelo governo e mostrando a realidade de quem atravessa o rio Moju pelas balsas recentemente disponibilizadas.

Em seu relato, que dura pouco mais de um minuto e meio, o caminhoneiro aponta aquilo que chama de 'mentiras do governador Helder Barbalho'.

Assista: