quinta-feira, março 26, 2020

Trocas no comando do exército são normais, diz jornalista


Por Hiroshi Bogéa

No início desta tarde, amigo repassou pelo zap  cópia do Diário Oficial da União sobre uma série de transferências e nomeações de generais, publicadas hoje no DOU. E fez indagação se as medidas não faziam parte de manobra de Bolsonaro visando dar um golpe de Estado, dizendo  encarar como “estranha” a série de exonerações  e nomeações.

O tranquilizei.

Mês de março,  já é tradição, é tempo de mudanças nos quartéis, mês escolhido historicamente para as alterações de cargos. Já é rotineiro, quando generais do Alto Comando atingem seu tempo no posto e precisam ser exonerados, indo para a reserva.

Nessa época, todos os postos mudam na caserna - inclusive as trocas de comando, como pode ser verificado nas decisões da Presidência da República publicadas no DOU e do ministro da Defesa.




O cemitério hospitalar de Helder Barbalho

Depósito da SESPA está mais para um cemitério de equipamentos hospitalares, denuncia populares. Por Diógenes Brandão O escândalo ...