Pesquisar por palavra-chave

quinta-feira, setembro 16, 2010

O Pacificador?

Em abril de 1996, em pleno governo tucano de Almir Gabriel e Simão Jatene sob ordens dos acionistas da Vale do Rio Doce - Privatizada pelo governo FHC em parceria com os próprios - repassam a ordem aos comandos da PM de Marabá e Parauapebas para desobstruirem "à qualquer custo" a linha do trem que levava nossas riquezas extraídas pela CVRD

Quem estava impedindo a saída dos vagões cheios de minérios era o MST e 19 vidas foram ceifadas - com muitos tiros dados à queima roupa - transformando aquele dia no mais sangrento capítulo da história dos conflitos agrários do Brasil.

A vergonhosa atitude dos governantes tucanos, foi condenada por diversos organismos internacionais e até hoje configura-se como um atentado à vida e aos direitos humanos.

Como se nada disso estivesse escrito, falado e televisionado, assessores de comunicação do agora candidato Simão Jatene, tentam ocultar sua história reacionária e responsável pelas grande mazelas em nosso Estado, à exemplo desta.

É preciso mentir pra sí mesmo para acreditar que o homem que há décadas está pregado no concreto da máquina pública do Estado não seja cumplice - quando não autor - das maiores decisões que impediram nosso Pará se desenvolver com equilíbrio econômico-social, direitos humanos, distribuição de renda e paz no campo.

Saudações à quem tem coragem, principalmente coragem de lembrar e fazer outros lembrarem!