Pesquisar por palavra-chave

quarta-feira, setembro 11, 2019

PT racha por apoio de Beto, Dilvanda e Bordalo a Helder Barbalho

Os deputados Beto Faro, Dilvanda Faro e Carlos Bordalo são acusados de apoiar fascistas e golpistas em troca de cargos no governo Helder.

Por Diógenes Brandão

Após o resultado das eleições internas do PT-PA, as tendências começam a manifestar suas posições em relação ao segundo turno, onde o deputado federal Beto Faro disputa com Zé Geraldo, a presidência estadual do partido. 

Antes de cumprir as etapas do processo eleitoral e já se autoproclamar eleito presidente do PT-PA, Beto Faro irritou boa parte dos dirigentes de outros grupos internos do partido, pois pelas regras estabelecidas no Estatuto e no Regimento Eleitoral do PED e do Congresso do PT, só a partir dele é que se consagram eleitos os presidentes estaduais e nacionais do partido.

A nota abaixo revela o clima de tensão e pressão existente no PT paraense, rachado e em pé de guerra com os governos de Helder Barbalho e Jair Bolsonaro.

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA CHAPA ESTADUAL "ESQUERDA PETISTA - LULA LIVRE JÁ" (420)

A coordenação da chapa a “Esquerda Petista – Lula Livre Já” denuncia a manipulação das tendências Movimento PT, Militância Socialista e Resistência Socialista que assinaram a “Nota Tendências da Esquerda Petista” com o objetivo de confundir às pessoas que apoiaram as nossas candidaturas e chapas.

Diferentemente das lideranças dessas tendências, todas elas com cargos nas assessorias de Beto, Dilvanda Faro e Bordalo e empregos no governo Helder Barbalho, que já tinham fechado seu apoio a Beto Faro para presidente do PT-PA e não lançaram a candidato a presidente estadual, os militantes da “Esquerda Petista” não participam do governo Barbalho e nunca serão linha auxiliar dos interesses políticos e acordos eleitorais entre os barbalhos e parlamentares do PT.

Como apresentamos no nosso Manifesto, continuaremos lutando pela saída do nosso partido do governo Helder Barbalho. Pois, o que fazemos nesse governo do MDB quando Helder e todos seus familiares no Senado e Câmara Federal apoiaram o golpe contra Dilma, participaram do governo Temer, apoiaram a reforma trabalhista e apoiam a reforma da Previdência e pretendem implementar a mesma também no Pará; apoiam a maioria das privatizações do governo Bolsonaro; não combatem os preços abusivos do monopólio energético da CELPA.

O que fazem alguns petistas em um governo do qual participam fascistas; que não paga o piso salarial aos professores; que apoia a implementação da Escola sem Partido; que não apoia à agricultura familiar, nem, portanto, a reforma agrária e não combate o incremento das queimadas e desmatamento. 

Nenhuma aliança com os partidos e lideranças golpistas!

Lula Livre!! 

Viva o Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras!!!

Nenhum comentário :

Postar um comentário