Pesquisar por palavra-chave

domingo, janeiro 10, 2010

Crise? Na Secretaria de Cultura, nem marolinha houve.


Do Espaço Aberto, com o mesmo título e foto.


É uma maldade – uma tremenda maldade – considerar que apenas a Casa Civil do dr. Cláudio Puty, pré-candidato da Democracia Socialista (DS) a deputado federal, foi bafejada (toma-te!) pelos bons, para não dizer ótimos eflúvios (toma-te de novo!) financeiros que engordaram o orçamento da secretaria de R$ 37.820.900,00 para R$ 67.824.218,00.

É uma maldade dizerem isso.
 

É uma maldade acharem que a Casa Civil estaria sendo de alguma forma privilegiada com recursos ao mesmo tempo em que outras secretarias, como a de Obras, ficaram à míngua.
 

Convém fazer justiça: a Secretaria de Cultura também não sentiu os efeitos da crise. Na Secretaria de Cultura, a crise não chegou a fazer sequer uma marolinha, sequer um banzeirinho.

Leias Mais no Espaço Aberto