Pesquisar por palavra-chave

domingo, agosto 10, 2014

A hipocrisia que divide e unifica o Pará

Nota da coluna Repórter 70 do jornal O Liberal deste domingo (10).

Qualquer leitor atento observará que novamente o Jornal O Liberal continua insistindo em pregar no peito de Helder Barbalho a pecha de separatista por este ter como seu vice o santareno Lira Maia, um dos líderes do processo que pede a emancipação da região do Tapajós.

No entanto, o jornal mais VENDIDO do Pará, omite a informação (coisa reprovável para um órgão de imprensa que queira credibilidade junto aos seus leitores) de que o governador Simão Jatene também está rodeado por separatistas, entre eles os seus vices.

Ou os herdeiros do velho Maiorana acham que tem algum ingênuo que não saiba que tanto seu atual vice-governador, o agora candidato ao senado, Helenilson Pontes, quanto o atual vice na chapa pela reeleição de Jatene, o Zequinha Marinho fizeram de tudo e um pouco mais para "retalhar" (termo usado durante o plebiscito) o Estado do Pará?

Helenilson fazia de tudo para criar o Estado do Tapajós, já Zequinha lutou com todas as suas armas para a criação do Estado do Carajás e agora ambos, se unem na chapa de reeleição do governador que barrou o sonho de emancipação das duas regiões, deixando o povo intrigado com a engenharia política que o jornal aliado de Jatene insiste em negar que exista.