Pesquisar por palavra-chave

terça-feira, março 03, 2015

Luciano Hulk e a indústria da pedofilia

'Vem ni mim que to facim' vira estampa de camiseta infantil da grife de Luciano Huck.

Ano passado ele já havia se aproveitado do caso onde uma banana foi lançada no jogador Daniel Alves, durante um jogo do Barcelona. Na ocasião, Luciano Huck aproveitou para vender camisetas com a insígnia racista “‪#‎somostodosmacacos‬”. Um mês depois tentou lucrar com o turismo sexual no Brasil e deu uma de cafetão ao convocar moças brasileiras para serem apresentadas à turistas durante a copa do mundo de futebol. Não satisfeito, foi em busca de espaços mais privilegiados e assumiu a campanha de Aécio Neves, candidato à presidência e protagonizou cenas de um falso patriotismo que dava nojo. Agora ele ataca de novo com uma campanha que incentiva a mente doentia de milhares de pedófilos. Veja mais outra presepada do apresentador Global que não cansa de criar problemas para a sociedade brasileira.

Veja a matéria da Luciana Sarmento, publicado no Brasil Post.

"Vem ni mim que eu to facim". A frase, usada por quem está na balada e abert@ a beijar outras pessoas, virou estampa de camisetas - pasmem - infantis. Criação da grife do apresentador Luciano Huck a peça estava sendo vendida até a tarde desta terça-feira (3) no site da Use Huck.

De acordo com a descrição no site da marca, a camiseta fazia parte da coleção especial de Carnaval, e era vendida nos tamanhos de 2 a 12:


É hora de colocar o bloco na rua, aproveitar cada segundo os dias de folia! Por isso a Huck criou uma coleção especial para você fazer bonito na avenida e receber o carnaval no estilo! Como a camiseta Vem Ni Mim Que Tô Facin. A camiseta estampada com a frase "Vem Ni Mim Que Tô Facin" é a cara do carnaval! Uma camiseta divertida. Uma camiseta personalizada. Uma camiseta exclusiva!
Com a estampa, o apresentador virou alvo de críticas nas redes sociais. No Twitter, Huck era acusado de fazer apologia à pedofilia e os usuários questionavam se ele deixaria os filhos usarem a camiseta.

E essa não foi a única estampa polêmica da linha. A frase "Me beija que eu sou carioca" também foi usada em uma das camisetas infantis:



No início desta noite, a página onde a camiseta estava sendo vendida foi tirada do ar. A Use Huck divulgou uma nota na noite desta terça:


E as reações no Twitter à gafe da gripe de Luciano Huck não pararam: