segunda-feira, março 30, 2015

População de Capanema comemora novas moradias construídas pelo Minha, Casa Minha Vida

A ansiedade de Edilene dos Santos Alves, de 32 anos, é ainda maior. Desde que foi sorteada para uma das unidades do empreendimento, vai todos os dias ao local para admirar a nova casa. “Nem sei dizer o que eu vou ver, só sei que sempre que dá eu passo lá rapidinho, fico admirando e sonhando com a hora de mudar”, conta. Ela vai morar na nova casa com o marido e os filhos e sair da casa da sogra, com quem mora há alguns anos. “Agora vou ter a minha casa, é só o que importa”, afirma.

O Conjunto Habitacional José Rodrigues de Sousa, que foi inaugurado nesta segunda-feira (30), conta com 1.032 novas casas, que devem abrigar cerca de 4.100 pessoas. Uma delas se chama Maria Luiza Santos da Silva, de 58 anos, e o marido, Roberto Soares da Silva, de 61 anos. Ambos estão contando as horas para se mudar para o residencial. Vivendo em uma casa de palha, protegida por uma lona, eles dividem o espaço com outras oito pessoas. Na nova casa, vão ter seu próprio quarto e abrigar uma das netas, de quinze anos. “Vamos morar nós três. Eu sonhava ter uma casa no alto e fui sorteada com uma casa no alto. Estou muito feliz”, comemora.

O superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Evandro Lima, lembra também que o empreendimento se soma às outras iniciativas no município para reduzir o déficit habitacional e garantir dignidade de vida à população mais carente. Evandro ressalta que os recursos alocados no programa Minha Casa Minha Vida têm sido decisivos para os resultados alcançados e se diz otimista com a nova etapa do programa.

Ainda faltam s entregas das casas de hoje, somam-se às 21.500 unidades já entegues para essa faixa de renda (até 3 salários mínimos). Somando-se às demais faixas, já são 47.000 novas casas financiadas pelo programa 

video

Informações e vídeo do Palácio do Planalto​.