Pesquisar por palavra-chave

sexta-feira, novembro 11, 2016

A blogueira e o desembargador: A "guerra" continua

Tal como a menina Rachel Clemens, que se negou a cumprimentar o ditador Figueiredo que a Folha e Globo continuam a chamar de “Presidente”, a jornalista Ana Célia Pinheiro se recusa a dar trégua ao desembargador Milton Nobre, que já a processou em outro momento e mesmo dizendo que ainda não fará o mesmo, diz que pode fazê-lo a qualquer momento, inclusive contra quem a patrocina.

Por Diógenes Brandão

Para quem achava que a contenda entre a jornalista Ana Célia Pinheiro, do blog A Perereca da Vizinha e o desembargador Milton Nobre, acusado por ela de "transformar o Judiciário paraense no prostíbulo mais arreganhado de todos os tempos e que sob o seu comando, esse Poder magnífico, que é o Judiciário, transformou-se em mero capacho desse chefe de quadrilha que é o governador Simão Jatene", ficaria por isso mesmo, enganou-se.

Em mais uma resposta publicada em seu blog e direcionada à AMEPA - Associação dos Magistrados do Pará, a blogueira paraense voltou a pautar a justiça paraense, com frases e termos contundentes e com destaque especial ao desembargador Milton Nobre, que em uma nota de esclarecimentos, rebateu parte das acusações a ele atribuídas por Ana Célia, em sua Carta Aberta, que deixou feridas que dificilmente vão fechar ou parar de feder.

Milton Nobre alega que mesmo tendo todos os motivos para ingressar na justiça, por ora prefere a via de esclarecimentos, mas deixa claro que pode processar novamente a blogueira e os patrocinadores do seu blog. O SINDFISCO-PA que publicou uma nota recentemente no blog A Perereca da Vizinha e lá mantém um banner, seria o alvo do recado do magistrado? 

Leia aqui a resposta da blogueira à AMEPA e aqui a resposta do desembargador para a mesma AMEPA, que desde que soube do imbróglio envolvendo o associado, saiu em sua defesa.