Pesquisar por palavra-chave

quarta-feira, julho 05, 2017

Padre mitou ao falar em plena novena da cumplicidade do eleitor que vende seu voto e chamar Temer de safado

Em seu sermão, pároco de uma tradicional igreja católica de Macapá-AP diz que o povo tem culpa em eleger os malvados e covardes que roubam o povo brasileiro e finaliza chamando Temer de safado.  

Padre Benedito: "Não sei com que cara de pau o Temer vai visitar outros países. Oh, 'cabocô' safado!"

Por Diógenes Brandão

O mais novo vídeo que vem circulando nas mídias sociais é do Padre Benedito, pároco da Igreja de N.S. do Perpétuo Socorro de Macapá-AP. O discurso foi feito durante a preleção da novena, nesta penúltima terça-feira (27/06).

Ele inicia sua pregação dizendo: "Joguemos fora o medo. Deixemos o medo para os malvados, para os covardes que roubam com cara mais lambida, o povo brasileiro. 

Clamemos pela justiça e coloquemos esse bando de canalhas na cadeia, que devolvam os milhões e milhões que roubaram da saúde, da educação, do transporte, do saneamento básico". 

Nesse momento, os aplausos ecoam na igreja.

E continuou: "Nós brasileiros, precisamos dizer isso pra todo mundo. 

Estamos indignados! 

Somos brasileiros honestos, trabalhadores e trabalhadoras. 

Já chega de roubalheira! 

Cadeia nesse bando de bandidos!

Por isso, nós precisamos dizer pra esse bando de gente safada, que nós não queremos mais eles no nosso meio. (Aplausos!)

São indignos da nossa presença. 

(Mais aplausos!)

Não merecem nosso apoio, são indignos.

Não tenha medo de dizer isso não, irmãos! 

O nosso problema é a nossa conivência também. Ano que vem, vem eleição. Eles vão bater, elas vão bater na nossa porta.  

É uma tristeza grande e uma grande humilhação pra nós, quando nós nos vendemos por 50 reais, por 20 reais, por 30 reais, até por uma bola ou por uma camisa. 

Que responsabilidade tem aqueles que nós elegemos, se ele já nos pagou? Se ele já nos deu aquilo que nós achávamos que tínhamos direito?

Eis aí o resultado! Nós temos uma parcela de culpa por toda essa bandalheira que nós estamos vivendo aqui no Brasil". 

Depois do sermão, o padre então resolve citar o nome de um dos que ele se referia, dizendo:

"Desculpem a franqueza, mas eu não sei com que cara de pau, esse tal de Temer vai visitar outros países do mundo. Oh, cabôco safado!" 

Ovacionado pela platéia ele conclui: "É cara de pau! Espero que amanhã a polícia não esteja na minha casa me procurando.

Amém!"

Os fiéis respondem: "Amém!"

Assista.