Pesquisar por palavra-chave

quinta-feira, julho 26, 2018

Esquadrilha da Fumaça se apresenta em Belém depois de 07 anos e arranca suspiros de 60 mil pessoas

Esquadrilha da Fumaça propiciou um espetáculo nos céus de Belém na tarde desta quarta-feira (25).
Foto: Raimundo Paccó/Estadão.

Por Diógenes Brandão

A previsão da meteorologia indicava a possibilidade de chuva, o que poderia estragar a festa, mas sob o calor de mais uma tarde de verão, deu tudo certo. O trânsito simplesmente parou com engarrafamentos em diversos pontos de Belém. No entanto, ao invés de reclamações e estresse, todos fitavam os céus para apreciar o show.

É que no ar, sete aeronaves do modelo A-29 Super Tucano faziam piruetas e manobras radicais e na terra, milhares de pessoas curtiam o espetáculo com gritos, suspiros e aplausos. 

Um show para quem foi assistir a apresentação. Foto: Raimundo Paccó/Estadão.

Foi assim que a apresentação do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), mais conhecido como Esquadrilha da Fumaça levou só para a Estação das Docas, cerca de 60 mil pessoas, segundo a coordenação da OS Pará 2000, que administra o local. 

Os prédios do centro também ficaram cheios de pessoas, muitas delas aproveitavam para filmar e fotografar as piruetas dos pilotos da Força Aérea Brasileira. 

Cerca de 60 mil pessoas lotaram a Estação das Docas para assistirem a apresentação da Esquadrilha da Fumaça. Foto: Eliseu Dias/Agência Amazon.

Em atividade há cerca de 60 anos, a Esquadrilha da Fumaça não vinha a Belém há 07 anos. 

O blog apurou que a volta do espetáculo aos céus de Belém foi articulada pelo deputado federal Nilson Pinto (PSDB), que desde o mês de Abril, preside em Brasília a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados. Por sua relação com a cúpula das forças militares, o deputado paraense foi atendido em seu pedido para que Belém fosse escolhida como uma das cidades para integrar o tour da Esquadrilha da Fumaça pelo Norte-Nordeste do país. 

No Norte, além de Belém, só Porto Nacional, no Estado do Tocantins receberá a ilustre visita destes aeronautas. O circuito de visitas da Esquadrilha da Fumaça às cidades faz parte da comemoração pelos 145 anos de Santos Dumont e durante 20 dias, os pilotos farão apresentações das manobras, com o objetivo de difundir a imagem da FAB.

Em cima da Baía do Guajará, os aviões da FAB fizeram arte nos céus de Belém. Foto: Cristiano Cantão.

oficial de comunicação da Esquadrilha, tenente Eduardo Marques, informou falou ao jornal OLiberal, sobre a satisfação de retornar a Belém depois de sete anos. “A novidade são os novos aviões, estamos pela primeira vez com os A-29 Super Tucanos. Essas aeronaves guarnecem as fronteiras do nosso país. São aviões de ataque projetados para levar armamentos. Na categoria, é o melhor que há no mundo, então é muito importante apresentar o avião, porque a tecnologia é 100% nacional, motivo de muito orgulho para nós”, pontuou.

Da janela do seu prédio,  Marcelo Kalif também registrou as manobras radicais dos pilotos da FAB.

Do forte do Castelo, Thiago Gomes registrou os aviões e os espectadores do show promovido pela Esquadrilha da Fumaça.

Com um azul perfeito no céu de Belém, as sete aeronaves ajudaram a colorir ainda mais a foto de Thiago Gomes.