Pesquisar por palavra-chave

terça-feira, outubro 02, 2007

Sucessão Esperada

Zé Geraldo, atual presidente do PT-PA, não contará com a ajuda do Campo Majoritário para sua reeleição. Há forte inclinação do apoio da maior tendência interna do PT - Articulação Unidade na Luta - em apoiar o Dep. Estadual Carlos Bordalo, o qual comemora e agradece. A crise se desenrola desde a indicação do ex-dep. Estadual Mário Cardoso à candidato ao Governo do Estado. Articulada com Zé Geraldo, Ana Júlia obtém apoio em Brasília com o PMDB e através dos caciques do partido, consagra-se a candidata, contrariando a indicação estatutaria do PED que indicou democraticamente Mário Cardoso. Depois disso, Zé Geraldo foi diversas vezes reclamado por não assumir postura de um presidente partidário, nos momentos de composição do governo Ana Júlia, articulando em favor de sua tendência ao invés do partido como um todo. O resultado? É espera para ver e crêr !

8 comentários :

  1. Acho que vc não deveria fazer circular esse tipo de comentário, pois o debate que aconteceu na reunião do Conselho Político não foi nesse tom, vc sabe que o central da divergencia não foi a candidatura da Ana Julio, mas a postura que o Zé Geraldo vem assumindo frente a direção do Partido, causando fragilidade nos encaminhamentos.
    Espero que vc reveja essa sua avaliação, porque não é esse o problema de apoa-li ou não.

    Lenita - PT Pará

    ResponderExcluir
  2. xí!
    bem podias ficar sem esta...
    como se diz na tribo; é tudo parente .

    ResponderExcluir
  3. vc está ganhando quanto pra fazer campanha?

    ResponderExcluir
  4. Quem fala a MERDA que quer, acaba levando puxão de orelha da chefa em público!

    ResponderExcluir
  5. Refletimos
    1. então quer dizer que os companheiros da unidade na luta reconhecem que o zé geraldo teve uma contribuição incomparavel para a eleição da companheira Ana Julia?

    2. Então todos agora sabem que o problema de não apoiar Zé Geraldo para reeleição, é porque o mesmo entendeu que quem deveria governar o Pará era o PT e não o Almir Gabriel. Espera aí! Isso não é postura de tendencia mas de presidente de um partido que se preoculpa não só com o PT em si, mas com a sociedade em si. Desculpem aqueles que não queriam Ana Julia como Governadora e até hoje não engoliram a companheira como governadora. Desculpem aqueles que fazem aliança com o PMDB, PSDB, PFL, quero dizer DEMO ou é DEMONIO, já nem sei mais... ANA JULIA GOVERNADORA e O PT UNIDO E FORTE. VIVA O PT! VIVA A ANA JULIA.

    ResponderExcluir
  6. Isso é verdade! O grande herói da vitória da Ana Júlia foi mesmo o Zé Geraldo!!! Todo mundo sabe que a Unidade na Luta só queria que o PT ganhasse a eleição de 2006 se o Paulo Rocha fosse o candidato.
    Como diria o filósofo Anaice: MAS ASSIIIIIIIIIIIIM?
    VIVA O PT! VIVA A ANA JÚLIA! ABAIXO O TUCANATO E TODOS OS SEUS ALIADOS!

    Zé Maria - Pedreira

    ResponderExcluir
  7. Aos Comentários:

    Feliz Círio aos Governos (e governados) Democráticos e Populares !!

    Aos que gostam de livros para o feriado vai uma sugesão de leitura, a qual estou sempre relendo:

    A Filosofia da Miséria - Pierre Joseph Proudhon. (Amigo e contemporâneo de Karl Marx)

    ResponderExcluir
  8. Lembrando meu grande amigo Eduardo Lauande que usou parafraseou inumerais vezes nosso grande escritor...


    "A grande vaia é mil vezes mais forte, mais poderosa, mais nobre do que a grande apoteose".

    Nelson Rodrigues

    ResponderExcluir