quarta-feira, julho 23, 2014

Senador Mário Couto está inelegível

Senador Mário Couto não consta como filiado ao PSDB.

Lembram daquele senador cheio de bravatas que pedia CPIs para investigar o governo federal por qualquer denúncia feita pela imprensa nacional e chegou a protocolar o pedido de impeachment da presidenta Dilma?

Pois é. Depois de armar o maior barraco para ser candidato único de seu partido, o PSDB no Pará, de chamar o governador Simão Jatene de "safado" e ameaçar bater chapa como candidato contra o mesmo, ao governo do Pará pelo PSDB, o senador Mário Couto tem agora a dor de não estar elegível, como informa consulta feita ao site do Tribunal Superior Eleitoral.

Resta saber se o PSDB o retaliou pelas audácias ou se ele mesmo pediu a desfiliação num de seus atos de insanidade e pirotecnia política.
Com isso, Paulo Rocha (PT), Helenilson Pontes (PSD) e Duciomar Costa (PTB) terão agora a disputa pela vaga entre si e o congresso respira um pouco mais aliviado. 

Advogado reforça: candidatos a prefeito já deveriam ter deixado o cargo de secretário em 4 de junho. É o caso de Ursula

Por Paulo Bemerguy , no seu blog do Espaço Aberto A promulgação, pelo Congresso Nacional, da PEC 18/2020, que adia de outubro par...