Pesquise

Carregando...

sábado, setembro 24, 2016

DOXA Belém: Edmilson mantém liderança e Zenaldo ultrapassa Eder Mauro

Pesquisa DOXA revela um novo quadro na corrida eleitoral de Belém

Por Diógenes Brandão, com informações exclusivas da DOXA

Uma das novidades trazidas nesta tarde de sábado é que o atual prefeito de Belém e candidato à reeleição, Zenaldo Coutinho (PSDB) ultrapassou o delegado e atual deputado federal Eder Mauro (PSD), mas o ex-prefeito e atual deputado federal Edmilson Rodrigues (PSOL), mantém a liderança na disputa eleitoral. 

É o que revela pesquisa DOXA  registrada no T.R.E, sob o nº PA-00126/2016 e realizada entre os dias 19 e 22 de setembro de 2016, com uma amostra de 800 entrevistas. 

REJEIÇÃO

Zenaldo Coutinho é o mais rejeitado com 24,8%; Eder Mauro tem a segunda maior rejeição, 13,9%, seguido por Edmilson Rodrigues, 12,8%. Lélio Costa, Regina Barata, Ursula Vidal e Cleber Rabelo suas rejeições giram em torno de 6%. 



Professor Maneschy (PMDB) é o quarto colocado na corrida eleitoral com 9,5%. 

Úrsula Vidal (Rede) vem em quinto lugar com 4,1%. 

Regina Barata (PT) está com 2,2%. 

Cléber Rabelo (PSTU) vem com 1,2%.

Lélio Costa (PCdoB) está com 1,1%. 

Professor Ivanildo (PRTB) tem 0,7%. 

Os votos brancos e nulos somam 3,9% e indecisos, 7,5%.


COMPARAÇÃO ENTRE AS PESQUISAS


 

Comparando com as três  (03) últimas pesquisas realizadas pelo Instituto DOXA e registradas no Tribunal Superior Eleitoral, Edmilson Rodrigues (PSOL), teve uma pequena oscilação negativa, manteve sua liderança, com 31,9% das intenções de voto. 

Já Zenaldo Coutinho (PSDB) começou com 6,9%, foi para 12,7% e agora está com 21,2%. 

O deputado federal Eder Mauro (PSD) aparecia com 30,2%, caiu para 27,1% e hoje amarga a faixa dos 16,7% das intenções de voto.

Pesquisa DOXA: Pioneiro lidera, mas haverá 2º turno em Ananindeua

Pesquisa realizada pela DOXA Pesquisas revela que se as eleições de Ananindeua fossem hoje, Manoel Pioneiro manteria a liderança com 39,3% das intenções de voto. O segundo colocado seria o Coronel Neil (PSD) com 21,6%. Já Jeferson Lima (PMDB) ficaria em terceiro colocado com 16,7%. Beto Andrade (PSOL) teria 2,6%; Jorge Farias (PCdoB) 1,2% e Paulo Ronaldo (PRTB) 0,3%. Os votos branco e nulo somam 6,3% e indecisos 12,0%.  

A pesquisa Doxa foi realizada entre os dias 19 e 22 de setembro de 2016, registrada no T.R.E sob o número PA-06482/2016, com uma amostra de 600 entrevistas. A margem de erro é de 4% para mais ou para menos do resultado final. 

PESQUISA ESTIMULADA


REJEIÇÃO




sexta-feira, setembro 23, 2016

MPF pede cancelamento das concessões de rádio e TV ligadas a políticos do Pará e Amapá



No site do MPF-PA

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou cinco ações judiciais para cancelar as concessões de radiodifusão que têm como sócios detentores de mandatos eleitorais no Pará e Amapá. Os deputados federais Elcione Barbalho (PMDB/PA) e Cabuçu Borges (PMDB/AP) e o senador Jader Barbalho (PMDB/PA) violam a legislação ao figurarem no quadro societário de rádios e uma emissora de televisão. “O fato de ocupante de cargo eletivo ser sócio de pessoa jurídica que explora radiodifusão constitui afronta à Constituição Federal”, diz o MPF nos processos judiciais iniciados em Belém pela Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão..Continue lendo..

Nota do Blog

A medida ainda que tardia é uma velha reivindicação do movimento pela democratização da comunicação, o qual sempre cobrou a regulamentação da mídia no país, onde ativistas de rádios comunitárias e blogueiros se despontaram na luta contra os chamados barões da mídia, a qual nem os 13 anos de governos petistas, foram capazes de romper com o domínio empresarial sobre o interesse público.

As novas ações do MPF paraense devem criar a jurisprudência para que outros estados também sigam no mesmo caminho.

A revista Carta Capital publicou em 03.06.2014, o artigo intitulado "Regulação da mídia não é censura", onde os ativistas Pedro Ekman e Bia Barbosa, revelam uma face cruel da concentração ilegal dos meios de comunicação no Brasil.

"O artigo 54 da Constituição Brasileira determina que deputados e senadores não podem ser donos de concessionárias de serviço público. No entanto, a família Sarney, os senadores Fernando Collor, Agripino Maia e Edson Lobão Filho, entre tantos outros parlamentares, controlam inúmeros canais em seus estados. Sem uma lei que regulamente tal artigo, ele – como os demais da Constituição – torna-se letra morta e o poder político segue promiscuamente ligado ao poder midiático.

Regular os meios de comunicação de massa neste sentido está longe, portanto, de estabelecer práticas de censura a mídia. Trata-se de uma exigência constitucional de definir regras concretas para o funcionamento destes veículos no sentido de atender aos objetivos definidos pela sociedade em sua carta maior".





Doxa: Guto (PR) lidera com ampla vantagem em Soure. Nick Jr (PT) é o mais rejeitado

A última pesquisa DOXA realizada em Soure, revela que se as eleições fossem hoje, Guto (PR) seria eleito com 41,4% dos votos. Em segundo lugar, aparece Tobias (PSDB) com 25,4%. Nick Jr (PT) foi citado por 10,2%, enquanto a pastora Regina (PSDC) teve 2,8% e Coronel Rogério (PPS) ficou com 1,6% das intenções de votos. 6,2% dos entrevistados votariam em branco ou nulo e 12,0% estão indecisos.

Realizada entre os dias 19 à 22 de setembro, com 400 entrevistados, a pesquisa foi registrada sob o número PA-06854/2016 e tem uma margem de erro de 4% para mais ou para menos.


REJEIÇÃO

Perguntados em qual candidato, os entrevistados não votariam, Nick Jr (PT) lidera o índice de rejeição, com 41,1% dos entrevistados. A soma de todos os demais é de 35,5%.

Ainda assim, 11,8% disseram que não rejeitam nenhum dos candidatos e 11,2% não souberam, ou não quiseram responder.



EXPECTATIVA DE VITÓRIA

Perguntados sobre quem os entrevistados acham que vai vencer as eleições, independente de quem eles disseram que votariam, Guto quase duplica os votos sobre Tobias, o segundo colocado.


quinta-feira, setembro 22, 2016

Doxa: Marquinho mantém a liderança em Juruti



Via DOXA Pesquisas

Se a eleição fosse hoje, o atual prefeito, Marquinho Dolzane (PSD) seria reeleito prefeito de Juruti com 41,0% das intenções de voto. É o que mostra a pesquisa Eleitoral da DOXA registrada no T.R.E sob o nº PA-08591/2016  para a Prefeitura de Jurutí, na região do Baixo Amazonas, no Pará.

A pesquisa foi realizada entre os dias 10 à 15/setembro/2016 com uma amostra de 600 entrevistas e tem Nível de Confiança: O nível de confiança utilizado é de 95% e tem uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral.

A pesquisa revela que se a eleição fosse hoje, Marquinho (PSD) teria 41,0% das intenções de voto. Seu principal adversário, Henrique (PT) chegaria com 32,0% dos votos. O candidato do PPS, José Nunes, ficaria com 3,0%. Os votos branco e nulo somam 4,0%; e os indecisos são 20,0%.

Quando se avalia a rejeição dos candidatos, Henrique (PT) aparece como o mais rejeitado, 27,0%, seguido por Marquinho (PSD) com 21,0% de rejeição. José Nunes tem 20,0% de rejeição.

O governo do prefeito Marquinho é aprovado por 58,0% dos eleitores; enquanto sua reprovação chega a 36,0%. 

Veja os números:








quarta-feira, setembro 21, 2016

Mais um inquérito contra Eder Mauro chega ao Supremo



Via Blog do Espaço Aberto, do jornalista Paulo Bermegui.

Espiem aí em cima.

Já está no sistema de informações processuais do Supremo Tribunal Federal, para consulta pública, o novo inquérito que tem como investigado o deputado federal Delegado Eder Mauro, candidato do PSD a prefeito de Belém.

Sua Excelência é acusado de ter torturado dois homens no ano de 2008, para obter informações sobre um acusado de roubo.



O inquérito, remetido pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJE) para o Supremo, foi autuado no dia 15 deste mês e distribuído para a relatoria do ministro Celso de Mello, decano da Corte. No momento, está com vista para a Procuradoria Regional da República a partir desta terça-feira (20).

O candidato já responde um outro inquérito, instaurado em janeiro deste ano pelo Supremo, que apura se o parlamentar cometeu os crimes de extorsão e tortura contra uma mulher. Cinco policiais também estariam envolvidos.

A mulher teria sido atraída ao escritório do então prefeito da cidade de Santa Isabel do Pará, Marió Kató (PMDB), para ser paga por uma dívida contraída pelo juiz do município, Augusto Cavalcante, quando foi abordada e agredida pelos policiais.

A vítima e dois filhos que a acompanhavam teriam sido ameaçados de execução sob a mira de armas de fogo. O relatório do Ministério Público sobre o episódio menciona “intensa sessão de espancamento” e “violento sofrimento físico e mental, conforme comprovado pelo exame de corpo de delito realizado nas vítimas”.

O grupo foi absolvido por falta de provas em 2013. Mas um promotor de Justiça apelou da decisão porque as testemunhas que depuseram a favor de Éder ou possuíam vínculos de amizade ou eram funcionárias do delegado.

terça-feira, setembro 20, 2016

Pesquisa IDESA aponta vitória de Chita (PMDB) em Abaetetuba



A primeira pesquisa IDESA realizada em Abaetetuba, entre os dias 14 e 17 de Setembro de 2016, revela que o candidato Chita (PMDB) lidera a intenção de votos com 27,2%. Em segundo lugar, Zé Miguel (REDE) tem 18,1%, seguido de Elton Maúes (PSDB), que fica na terceira colocação, com 15,9%. Raí Moraes (PT) tem 6,6%, e Pedro Henrique (PPS) 3,5% e Pr Jairo (DEM), com 2,3%. 5,1% dos entrevistados votariam em branco ou nulo e 21,3% estão indecisos.


Registrada no TSE sob o número: PA-05187/2016, a pesquisa IDESA que avaliou a corrida eleitoral em Abaetetuba, foi realizada no período de 14 à 17 de setembro de 2016, tendo 600 eleitores entrevistados, com margem de erro de 4 pontos para mais ou para menos.

ESPONTÂNEA



Na pergunta espontânea, em que não se apresenta os nomes dos pré-candidatos, Chita mantém a liderança com 18% das intensões de votos, seguido novamente por Zé Miguel, que agora aparece com 12,8%, Elton Maués vem com 12,1%, Raí Moraes 7,7%, Pedro Henrique 2,4% e com 1,5%. Brancos e Nulos somam 9,0% e os Indecisos aparecem com 36,5%.


REJEIÇÃO

Em se tratando de rejeição, Chita vem com 18,3%, seguido por Elton Maués com 14,2%. Zé Miguel aparece com 10,3%, enquanto Raí Moraes é apontado com 9,2%, Pedro Henrique com 5,1% e Pr Jairo é o menos rejeitado com 4,4%. 


AVALIAÇÃO DE GOVERNO


O governo do prefeita Francineti Carvalho (PSDB), que neste pleito apóia o candidato Elton Maués (PSDB) é reprovado por 51,7% dos eleitores; enquanto sua aprovação é de apenas 33,4%.


NÍVEL DE CONFIANÇA

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral.

sábado, setembro 10, 2016

IBOPE: Edmilson mantém a liderança, Zenaldo sobe 11 pontos, mas continua com a maior rejeição


Por Diógenes Brandão, com informações do portal G1.

Encomendada pela TV Liberal (Globo), a segunda pesquisa Ibope revela um novo quadro quadro eleitoral em Belém. Edmilson Rodrigues se mantém na liderança, seguido por Eder Mauro que cai 4 pontos percentuais, em relação à pesquisa anterior. Zenaldo Coutinho disparou em sua escalada, alcançando 9 pontos a mais e firmando-se como o candidato que mais cresceu, em relação à ultima aferição, realizada em agosto, mas o tucano amarga uma avaliação negativa de seu governo, chegando a 81%, somando 41% (Regular) com 40% (Ruim/Péssima), restando a aprovação de apenas 17%, que dizem que sua gestão é ótima ou boa.

Professor Maneschy (PMDB) "roubou" a 4ª posição de Úrsula Vidal (Rede) e a petista Regina Barata perdeu 1%, caindo de 3% para 2%, igualando-se ao candidato comunista Lélio Costa, que continua estacionado, também com um 1%, acompanhado do Professor Ivanildo (PRTB) que manteve-se com o mesmo 1% da pesquisa anterior. Cleber Rabelo (PSOL) foi rebaixado de 1% para 0%, fazendo companhia para Luiz Menezes (PCB), que manteve-se sem pontuar.

Os eleitores que dizem que votam em Branco ou Nulo alcançavam 9 pontos percentuais em agosto e agora são apenas 5% e aqueles que não souberam ou não quiserem responder, continuaram com os mesmos 3% da pesquisa anterior. 

Perguntados sobre qual o principal problema de Belém, os pesquisados revelam as piores áreas que afligem a população:

Saúde: 43%
Segurança pública: 23%
Educação: 5%

Veja os números com mais detalhes:

PESQUISA ESTIMULADA (05 e 08 de setembro)

Edmilson (PSOL): 36%
Éder Mauro (PSD): 24%
Zenaldo Coutinho (PSDB): 20%
Professor Maneschy (PMDB): 6%
Úrsula Vidal (Rede): 2%
Regina Barata (PT): 2%
Lélio Costa (PCdoB): 1%
Professor Ivanildo (PRTB): 1%
Cléber Rabelo (PSTU): 0%
Luis Menezes (PCB): 0%
Branco / nulo: 5%
Não sabe/ não respondeu: 3%

PESQUISA ESTIMULADA (22 e 25 de agosto)

Edmilson (PSOL): 37%
Éder Mauro (PSD): 28%
Zenaldo Coutinho (PSDB): 11%
Úrsula Vidal (Rede): 4%
Regina Barata (PT): 3%
Professor Maneschy (PMDB): 2%
Cléber Rabelo (PSTU): 1%
Lélio Costa (PCdoB): 1%
Professor Ivanildo (PRTB): 1%
Luis Menezes (PCB): 0%
Branco / nulo: 9%
Não sabe/ não respondeu: 3%


PESQUISA ESPONTÂNEA (05 e 08 de setembro)

Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

Edmilson (PSOL): 31%
Éder Mauro (PSD): 19%
Zenaldo Coutinho (PSDB): 17%
Professor Maneschy (PMDB): 4%
Regina Barata (PT): 2%
Úrsula Vidal (Rede): 1%
Outros: 1%
Branco / nulo 12%
Não sabe/ não respondeu: 12%

REJEIÇÃO (05 e 08 de setembro)

Zenaldo Coutinho (PSDB): 36%
Edmilson (PSOL): 21%
Éder Mauro (PSD): 19%
Regina Barata (PT): 17%
Úrsula Vidal (Rede): 13%
Lélio Costa (PCdoB): 11%
Professor Maneschy (PMDB): 10%
Cleber Rabelo (PSTU): 9%
Luis Menezes (PCB): 9%
Professor Ivanildo (PRTB): 6%
Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
Não sabe/ não respondeu: 9%

SEGUNDO TURNO

Pela primeira vez nesta eleição, o Ibope elaborou três situações de segundo turno. Os candidatos escolhidos para esse cenário foram aqueles com intenções de voto mais altas na pesquisa do instituto. 

Edmilson (PSOL): 48%
Éder Mauro (PSD): 40%
Brancos/nulo: 8%
Não sabe: 4%
Edmilson (PSOL): 56%
Zenaldo Coutinho (PSDB): 29%
Brancos/nulo: 11%
Não sabe: 4%
Eder Mauro (PSD): 50%
Zenaldo Coutinho (PSDB): 31%
Brancos/ nulo: 14%
Não sabe: 5%

EXPECTATIVA DE VITÓRIAS

O Ibope perguntou, independente da intenção de voto, quem os eleitores acham que irá vencer a eleição:

Edmilson (PSOL): 41%
Éder Mauro (PSD): 23%
Zenaldo Coutinho (PSDB): 20%
Professor Maneschy (PMDB): 3%
Regina Barata (PT): 1%
Lélio Costa (PCdoB): 0%
Úrsula Vidal (Rede): 0%
Professor Ivanildo (PRTB): 0%
não sabe/ não respondeu: 11%

AVALIAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO ZENALDO COUTINHO

Na mesma pesquisa, os eleitores também responderam sobre a avaliação da administração do prefeito Zenaldo Coutinho (PSDB).

Ótima/Boa: 17%
Regular: 41%
Ruim/Péssima: 40%
Não sabem avaliar: 2%

Qual é a área em que, na sua opinião, a população de Belém está enfrentando os maiores problemas (considerando os três primeiros itens escolhidos pelo eleitor)?

- Saúde: 73%
- Segurança pública: 61%
- Educação: 45%
- Limpeza pública: 19%
- Geração de empregos: 18%
- Transporte coletivo: 12%
- Rede de esgoto: 12%
- Trânsito: 11%
- Abastecimento de água: 8%
- Corrupção: 6%
- Iluminação pública: 6%
- Impostos e taxas: 5%
- Calçamento de ruas e avenidas: 4%
- Assistência social: 4%
- Administração pública: 4%
- Meio ambiente: 3%
- Opções de lazer: 2%
- Habitação: 2%
- Atividades culturais: 1%
- Atividades esportivas: 1%
- Não sabe/não respondeu: 0%

Qual é a área em que, na sua opinião, a população de Belém está enfrentando os maiores problemas (considerando apenas o primeiro item escolhido pelo eleitor)?

Saúde: 43%
Segurança pública: 23%
Educação: 5%
Geração de empregos: 4%
Limpeza pública: 4%
Transporte coletivo: 3%
Trânsito: 3%
Abastecimento de água: 3%
Rede de esgoto: 3%
Iluminação pública: 2%
Assistência social: 1%
Calçamento de ruas e avenidas: 1%
Meio Ambiente: 1%
Impostos e taxas: 1%
Corrupção: 1%
Habitação: 0%
Atividades esportivas: 0%
Atividades culturais: 0%
Opções de lazer: 0%
Não sabe/não respondeu: 0%

sexta-feira, setembro 09, 2016

Wlad chama Edmilson de ladrão e deverá ser processado outra vez

Wlad encenando na Câmara dos Deputados em apoio à cassação de Dilma com bravatas que o tornaram no "palhaço paraense" em Brasília.
Por Diógenes Brandão

O deputado federal Wladmir Costa (SD-PA) gravou outro vídeo bizarro, dizendo que acordou inspirado e canta uma paródia musical usando a máscara do candidato que lidera as pesquisas em Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL). 

Com um roteiro elaborado pela campanha de Zenaldo Coutinho (PSDB), comandada pelo marqueteiro Orly Bezerra, Wlad acusa Edmilson Rodrigues de roubar livros e de querer se eleger para empregar petistas na prefeitura de Belém.

Em um dos trechos, o escroque canta: "Roubei, roubei e adoro roubar, roubar, roubar. Senhor juiz, não vale me condenar. Oito anos que passei, foi tão pouco para massacrar. O povo de Belém gosta de sofrer, vou cantar..".

Segundo matéria publicada pelo portal G1, Wladimir Costa  teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), em julgamento realizado no dia 08 de Junho deste ano. A matéria afirma que a  Corte julgou a arrecadação e gastos ilícitos na campanha eleitoral do deputado, que ainda pode recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo o TRE-PA, a Juíza Lucyana Said Daibes Pereira, relatora do caso, concluiu pela existência de gastos não registrados na prestação de contas da campanha no ano de 2014, em um total de R$ 410.800 mil, além de constatar indícios de falsidade em documentos, com base nas acusações do Ministério Público Eleitoral.

No fim do vídeo o deputado que também é vocalista da "banda Wlad", dispara mais uma de suas pérolas em apoio ao tucanato paraense: "Eu sei que o Zenaldo é gente boa.." Zenaldo Coutinho é prefeito de Belém e amarga a terceira posição nas pesquisas eleitorais.

A assessoria jurídica da campanha de Edmilson Rodrigues estuda o enquadramento legal que dará ao caso, mas avisa que processará Wlad novamente. 


Amazônia é o novo Eldorado do Brasil e está pedindo socorro

Diariamente a Amazônia é roubada, morrem pessoas e ninguém se percebe dos riscos para o planeta 

Por Raphael Bevilaqua*, via Justificando

Tão perto de Potosi, tão longe do Sudeste. Segundo estimativas extraoficiais, todo mês, entre 100 a 200kg de ouro são extraídos ilegalmente no leito do rio Madeira - uma draga, sozinha, pode conseguir extrair até 1kg de ouro em um dia. Com a cotação do ouro em R$ 138,00 o grama, é possível dizer que, anualmente, entre 150 e 300 milhões de reais são usurpados só no rio Madeira – os cálculos foram feitos com base nos dados levantados nas últimas operações realizadas para combater o garimpo ilegal (http://glo.bo/2c3tTgg).

Já na zona rural do Estado, a grilagem de terras públicas é o crime mais comum. A colonização do Estado foi fatiada em títulos como CATP’s (contratos de alienação de terras públicas) e CPCV (contratos de promessa de compra e venda). Muitos desses contratos eram elaborados com cláusulas resolutivas, ou seja, exigiam um determinado nível de produtividade. Muitas dessas terras foram abandonadas e sobraram os títulos “podres”, comprados por valores irrisórios por empresas principalmente do sudeste do Brasil, as quais tentam, com eles, obter indenizações milionárias do Poder Público – conheço caso de empresa que “comprou” terra por 1 milhão e que, no ano seguinte, conseguiu indenização de mais de 50 milhões. O maior precatório do Brasil, atualmente, é do Estado de Rondônia (quase de 1 bilhão de reais) – autos 94.00.03579-9, em sede de apelação no TRF1.

A Amazônia é uma das maiores reservas biológicas do planeta, se não a maior. Todo ano, centenas de patentes de produtos obtidos das substâncias orgânicas retiradas ilegalmente do nosso país são registrados e geram royalties que, em muitos casos, são cobrados de nós mesmos. Levam tudo o tempo todo: madeira, plantas, animais – até sangue de indígenas já roubaram, nada mais simbólico (http://bbc.in/2cKiIdQ). 

O 1º Relatório Nacional sobre o Tráfico da Fauna Silvestres, tendo com base os dados oficiais das apreensões realizadas pelo IBAMA no Brasil antes de 2001, estimou que, a cada ano, o comércio ilegal movimenta em torno de 2 bilhões e 500 milhões de reais, o equivalente a aproximadamente 900 milhões de dólares (http://bit.ly/2cvYfHy). Relatório da ONU indica que entre 30 e 100 bilhões de dólares por ano são movimentados com o tráfico ilegal de madeira no mundo – grande parte vem do Brasil (http://bit.ly/2cL6Qta).

Inúmeras queimadas são promovidas para criar enormes plantations de soja e/ou gado – o número de foco de queimadas em Rondônia aumentou 300% nos últimos dois anos (http://glo.bo/2c3uEpC); esse Estado tem 13 milhões de cabeças de gado, praticamente 10 bois para cada habitante (http://bit.ly/2bZ4LZJ); em 2015, aumentou em 20% o volume produzido e a área cultivada de soja (http://bit.ly/2cjbBYM).

As hidrelétricas construídas no rio Madeira desalojaram milhares de famílias, alagaram outras e devastaram florestas e animais. As compensações sociais são pífias. A energia gerada entra no sistema nacional e, basicamente, alimenta o Sudeste. O valor do ICMS da energia elétrica pago pela empresa – ao contrário de todos os demais produtos – vai para o estado consumidor (São Paulo, principalmente), e não para o produtor – art. 155, X, “b”, da CRFB.

Não, senhores, o processo de acumulação primitiva de capital nunca parou nas bandas de cá. A pilhagem e o saque colonial continuam a todo vapor, quando não no movimento América-Europa, no sentido Norte-Sul do Brasil. As veias da América Latina continuam abertas e o sangue continua sendo drenado. Não há dívida histórica, é verdade, mas porque ela nunca fez parte da história, ela está sendo construída e renovada hoje, todo dia, bem debaixo dos nossos narizes e sem qualquer sofisticação econômica. 

Ainda hoje matamos índios, caçamos negros fugidos e roubamos ouro.

O Norte é o novo Eldorado do Brasil, quiçá da humanidade, e está pedindo, desesperadamente, socorro. Lembrem das nossas matas devastadas, do nosso solo vilipendiado, de nossas águas imoladas e mercuriadas, da nossa carne esquartejada e do nosso sangue derramado - ele ainda está em nossas mãos. 

*Raphael Bevilaqua é Procurador da República em Rondônia. 

quarta-feira, setembro 07, 2016

Doxa: Darci lidera com ampla vantagem em Parauapebas

Via Doxa

Na corrida eleitoral em Parauapebas, o ex-prefeito Darci Lermen permanece à frente com 36,6% das intenções de voto. É o que mostra a pesquisa DOXA registrada no T.R.E sob o nº PA-03716/2016. 

A pesquisa foi realizada entre os dias 28 A 31/AGOSTO/2016 com uma amostra de 700 entrevistas. 

ESPONTÂNEA: Na pergunta espontânea, em que não se apresenta os nomes dos candidatos, Darci (PMDB) aparece na frente com 32,8% das intenções de voto. O segundo colocado é o atual prefeito, Valmir Mariano (PSD) que vem com 17,7%. Marcelo Catalão (DEM) ocupa o terceiro lugar com 13,2%; Hipólito Reis (PRTB) e Chico das Cortinas (PPS) aparecem tecnicamente empatados, 3,6% e 3,4%, respecitvamente. Os eleitores indecisos representam 20,2%, enquanto 9,1% tem intenção de anular ou votar em branco.

ESTIMULADA: Quando se estimula, Darci vai para 36,6%. Valmir Mariano sobe para 25,2% das intenções de voto. Marcelo Catalão vem em terceiro lugar com 16,3%. Hipólito Reis e Chico das Cortinas permanecem tecnicamente empatados com 4,4% e 4,1%, respectivamente. Os votos Branco/Nulo somam 5,1; e indecisos, 8,3%.

REJEIÇÃO: Em se tratando de rejeição, Valmir é o mais rejeitado com 37,2%; o segundo é Darci que tem 18,6%; Marcelo Catalão aparece com 13,8% de rejeição; Hipólito Reis aparece com 11,6% e Chico das Cortinas com 10,8%.

AVALIAÇÃO GOVERNO: O governo do prefeito Valmir é aprovado por 16,1% (somatória do excelente e bom) dos eleitores; enquanto sua reprovação chega a 45,2% (somatória do ruim e péssimo). A valiação regular é de 31,6%. 

INTENÇÃO DE VOTO PARA PREFEITO DE PARAUAPEBAS (ESPONTÂNEA)

Se a eleição fosse hoje, em quem você votaria para prefeito de Parauapebas? (ESPONTÂNEA)


INTENÇÃO DE VOTO PARA PREFEITO DE PARAUAPEBAS (ESTIMULADA)

E se estivessem disputando os seguintes candidatos, em quem você votaria? (Estimulada)


REJEIÇÃO DE VOTO DE CANDIDATOS

Se estivessem disputando os seguintes candidatos, em quem você NÃO votaria? (Estimulada)



AVALIAÇÃO DO GOVERNO VALMIR

Qual a avaliação que  você faz da administração do prefeito Valmir?



FICHA TÉCNICA DA PESQUISA

Nível de Confiança: O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral.
Registro Eleitoral: registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Pará sob o protocolo Nº PA-03716/2016.
Estatístico responsável: CONRE 9477.
Coordenação geral: Dornélio Silva.

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa: Contexto eleitoral em Parauapebas-PA.
Margem de erro: A margem de erro estimada é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. 
Tema: Administração Pública/Eleições/Opinião Pública.
Período: 28 A 31/AGOSTO/2016. 
Local: Parauapebas - PA.
Amostra: Foram entrevistados 700 eleitores.



IDESA: Jones mantém a liderança em Tucuruí



Por Diógenes Brandão

Pesquisa IDESA realizada no município de Tucuruí, entre os dias 21 a 27 de agosto, revela que se as eleições municipais fossem hoje, o candidato Jones (PMDB) seria eleito com 44,8% dos votos.

Em segundo lugar, Jairo (PSDB) com 30,2% e Joílson (PTB) aparece como terceiro colocado, com 4,5% das intenções de voto. 19,3% dos eleitores pesquisados declararam voto em branco e nulos e 20,3 não souberam ou não quiseram responder. 

A diferença entre o primeiro e o segundo colocado é de 14,6%.

A pergunta estimulada avalia os nomes apresentados no pleito eleitoral de 2016 e foi feita com 700 entrevistados, com uma margem de tendo a margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos.  

Na pergunta espontânea, Jones tem 31%3 da preferência do eleitorado, enquanto Jairo fica com 28,2 e Joilson 0,9%. 

A pesquisa foi encomendada pelo Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social da Amazônia (IDESA) e registrada no TRE-PA, com o número  ­05960/2016, sob a responsabilidade técnica do estatístico Luiz Feitosa CONRE nº 9477.



terça-feira, agosto 30, 2016

Paulo Rocha clama aos "velhos companheiros" do PSDB, DEM e PMDB para não romperem com a democracia


Por Diógenes Brandão

Em seu pronunciamento que durou seis (06) minutos, o último parlamentar a falar na sessão destinada a ouvir Dilma Rousseff, em sua defesa no processo do impeachment no Congresso Nacional, nesta segunda-feira (29), o senador Paulo Rocha (PT-PA) defendeu a manutenção do processo democrático e a permanência da presidenta no cargo, para o qual foi eleita pela maioria da população brasileira, nas eleições de 2014.

O senador paraense disse ainda que os governos petistas favoreceram a inclusão social e levaram melhorias ao Pará, onde diversas localidades do estado ainda não contavam sequer com luz elétrica, a exemplo da cidade de Cachoeira do Arari, na Ilha do Marajó, onde disse conhecer uma senhora de 115 anos, que sonhava ter uma geladeira para tomar água gelada. Segundo o senador, só depois da chegada do "Programa Luz para Todos", foi possível ter energia elétrica para seu povo.

Com alguns lapsos em seu pronunciamento, Paulo Rocha admitiu que só tem o segundo grau, o que teria sido fruto da falta de escolas de ensino médio em sua cidade natal e nos governos de Dilma e Lula foram criadas mais três universidades no Pará, o que favoreceu o acesso à educação do filho do pobre e do filho do negro.

Paulo Rocha é fundador da CUT e do PT no Pará e foi eleito deputado federal por cinco (05) mandatos. Em 2005, renunciou seu mandato para defender-se da acusação de envolvimento no processo do "mensalão". Após oito (08) anos sem mandato, Paulo Rocha foi eleito senador pelo estado do Pará em 2016.

No final do seu pronunciamento no senado, Paulo Rocha clamou aos "velhos companheiros" do PMDB, do DEM e do PSDB para que não rompam com o“estado democrático, que tanto custou ao país”, concluiu.

Assista:


Lula manda um recado para Belém do Pará

Em vídeo gravado no Instituto Lula, o ex-presidente fala das dificuldades que o Brasil enfrenta e alerta a população de Belém para que nestas eleições municipais, o povo saiba escolher quem vai cuidar melhor das cidades e daqueles que mais precisam. Lula finaliza pedindo o voto em Regina Barata para prefeita de Belém.

Assista:



domingo, agosto 28, 2016

Interação nas redes sociais é mais importante do que TV, afirma cientista político

Com menos tempo na televisão, a propaganda eleitoral gratuita começou sem novidades e repetindo o tom de campanhas anteriores. "Esta será a eleição das redes sociais, que certamente vão desbancar a TV, diz o cientista político Luiz Feitosa. (Foto: Celso Rodrigues).

Por Leidemar Oliveira, no jornal Diário do Pará


O primeiro dia de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão não teve muitas novidades em relação aos anos anteriores. A avaliação é do cientista político Luiz Feitosa. Para ele, como já era previsto, a maioria dos candidatos usou o tempo para se apresentar ao eleitor, enquanto o atual gestor municipal optou em prestar contas do primeiro mandato. Apenas um candidato chamou a população para o debate político e outro apresentou propostas.

“O primeiro dia foi de mais apresentações e menos propostas. A tendência é que o conteúdo programático mais forte venha para os próximos dias”, diz Luiz Feitosa. Além de ter o tempo reduzido de 30 para dez minutos, a propaganda eleitoral deste ano tem o desafio de concorrer com a internet. “Esta será a eleição das redes sociais, que certamente vão desbancar a TV. Vai ser muito mais cômodo para o eleitor acompanhar a tudo pelo celular”, afirma Luiz Feitosa.

INTERATIVIDADE

Além disso, na internet, o eleitor tem a opção de interagir, de discordar e sugerir propostas diariamente e de forma instantânea. A mudança vai exigir do candidato carisma e conteúdo para defender a candidatura e prestar contas das ações o tempo todo. A dica do especialista é contratar um webmaster, profissional responsável pelo planejamento e alimentação do conteúdo para a internet. 

Mulheres e jovens são a maioria dos eleitores e são também os que mais acessam a rede, por isso os candidatos devem dar mais atenção para esses dois segmentos. A professora Gorett Ferreira, 49, diz que vai acompanhar tudo pelo celular. “Na TV, todos falam a mesma coisa, sem nenhum atrativo. Prefiro ver nas redes sociais e pelo celular, pois posso acompanhar a qualquer momento do dia”, justifica.

sexta-feira, agosto 19, 2016

Investigações da PF concluem que Lula nunca foi dono do tripex do Guarujá. Barões da mídia podem ter envolvimento


No UOL, com a manchete editada, já que escondeu que a mentira espalhada há meses pela mídia brasileira, finalmente foi desmascarada. Lula sempre disse que o apartamento que era atribuído como sendo de sua propriedade, não era dele. Empresa suspeita de reunir investimentos de 14 donos de veículos de comunicação no Brasil, o famoso Panamá Pepers está envolvida com a verdadeira proprietária do imóvel. Ou seja, os ladrões estavam distraindo a vítima, dizendo: pega ladrão!

A Polícia Federal entregou à Justiça na 6ª feira (12.ago) o relatório final sobre a fase Triplo X da Lava Jato, deflagrada em 27.jan.2016. Foram indiciados a publicitária Nelci Warken (que admitiu ser a verdadeira dona de um tríplex no Condomínio Solaris, no Guarujá) e funcionários da Mossack Fonseca no Brasil.

As informações são do repórter do UOL André Shalders.

O relatório final da PF foi tornado público pelo juiz Sérgio Moro no final da tarde de hoje (18.ago). Leia a íntegra aqui.

Além de Nelci, são arroladas Maria Mercedes Riaño (chefe do escritório da Mossack no Brasil), Luis Fernando Hernandez, Rodrigo Andrés Cuesta Hernandez, Ricardo Honório Neto e Renata Pereira Britto, que trabalhavam para a Mossack. Também é indiciado o empresário Ademir Auada, que intermediava negócios para a Mossack.

O ex-presidente Lula e seus familiares não foram indiciados. A real propriedade do apartamento do Guarujá, porém, é apurada em uma investigação à parte. A defesa do ex-presidente pediu a Sérgio Moro acesso à essa apuração na tarde de hoje (18.ago). Ainda não há decisão.

A Mossack Fonseca se tornou conhecida no Brasil após a divulgação da série jornalística Panama Papers, em abril deste ano. A série baseou-se em um acervo de 11,5 milhões de documentos internos da Mossack, obtido pelo jornal alemão “Süddeutsche Zeitung'' e compartilhado com o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ). No Brasil, participaram da apuração o UOL, o jornal “O Estado de S. Paulo'' e a “RedeTV!''.

“ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA TRANSNACIONAL”

No documento de cinco páginas, a PF descreve a Mossack Fonseca como uma “organização criminosa de caráter transnacional, estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas, voltada para a prática do crime de lavagem de dinheiro”.

“As diligências efetuadas revelaram que a atividade principal da Mossack guardava relação com a abertura de empresas offshore, de forma a ocultar seus verdadeiros sócios e responsáveis. Nesse sentido, todos os que trabalhavam na empresa tinham plena ciência de que atuavam em um mercado voltado à demanda do trânsito de valores e bens de origem suspeita e duvidosa. Por tal motivo, foram indiciados como incursos no art. 1, par. 2º, inciso II da Lei 9.613/98”, diz outro trecho do relatório. A lei mencionada é a que trata de lavagem de dinheiro.

PANAMA PAPERS

A investigação jornalística dos Panama Papers é citada em vários momentos nos relatórios produzidos pela Polícia Federal. Em alguns trechos, os peritos da Polícia utilizaram-se de reportagens para analisar documentos apreendidos na sede da Mossack Fonseca e na casa das pessoas que foram alvo da fase Triplo X.








quinta-feira, agosto 18, 2016

OAB-PA censura grupo de carimbó em evento na sua sede

Grupo que apresentaria músicas de Mestre Verequete e outros representantes da cultura popular paraense, foi censurado em evento promovido na sede da OAB-PA. Dia 26 deste mês é celebrado o Dia Municipal do Carimbó e o centenário de nascimento de Verequete. 


Por Eliana Bogéa*

Ao agradecer acolhida da OAB PA na pessoa de seu vice-presidente Jader Khawage no evento de 10 de agosto último, ao sediar o I Encontro de Advogadas/Advogados Contra o Golpe, não poderia silenciar sobre a proibição do carimbó tocar na casa naquela ocasião. 

No dia 10 mesmo, a coordenação do evento me pediu para tentarmos um grupo de carimbó que tocasse ao final quando do lançamento do livro "A Classe Trabalhadora e a Resistência ao Golpe de 2016". Através do Luizinho Lins, fechamos participação do carimbó de Icoaraci.

No contato com a OAB PA para tratar sobre a participação do carimbó em nossa programação, a despeito de toda sorte de dificuldade de ordem técnica apresentada, ao final conseguimos “mas se vocês quiserem e se responsabilizam”. Dificuldades técnicas para o carimbó?! Não arriscaria uma resposta. 

Tudo confirmado, fui me organizar para ir a Belém para o evento. Ao sair de casa, vi ligações e mensagens de voz de coordenadores. Retornei, quando soube que existia uma ordem que proibia o carimbó de tocar na sede da OAB PA com recomendações de que não insistíssemos a respeito. Afinal, como contrariar os donos da casa à uma hora de começar o evento?!

O carimbó não está à altura de entrar e tocar na sede da OAB PA?! E o que é essa proibição senão um golpe num evento contra o golpe ao hierarquizar culturas, comportamentos, expressões artísticas, pessoas?! Não é essa nossa luta de todo dia?!

Costumo dizer que carimbó é sinônimo de generosidade e foi assim que Luizinho Lins recebeu o golpe. Mais do que isso, contemporizava sobre a importância do evento para nossa causa comum, contra o golpe e pela democracia. 

Mas o golpe contra o carimbó é um golpe contra a democracia. Não acredito no maior e no menor, no mais e no menos. Eu acredito no carimbó! E com o carimbó, acredito na diversidade daS culturaS brasileiraS! E com o carimbó, acredito no Brasil que esse golpe sórdido e perverso quer tanto apagar!

#ForaTemer #ForaGolpistas #VoltaDilma #VoltaDemocracia



*Eliana Bogéa é advogada, professora e ativista do Movimento dos Advogados Paraenses em Defesa da Democracia e pela Legalidade e da Frente Brasil de Juristas pela Democracia.