Pesquisar por palavra-chave

quarta-feira, fevereiro 25, 2009

Não faltam críticas à tradicional escola de samba Quem São Eles.
Mas como este poster esteve in loco e sentiu na pele, boa parte dos problemas, entre eles, a falta de fantasias e inclusive - e especialmente - a garra, a determinação e a alegria entusiasmante de todos e todas as participantes do desfile e do público que reverenciou o espetáculo da escola e sem dúvida refrigerou a alma da família Quenzão.
Mas passada a ressaca fica aqui uma observação que merece se checada: Quem tem culpa nessa estória de verdade?
O presidente da Escola, os orgãos culturais (FUMBEL, SECULT) ou o conjunto da escola?
Com certeza não foi o enredo que desde já recebe nota 10.
E viva Dalcídio Jurandir e o Marajó.