Pesquisar por palavra-chave

sábado, outubro 20, 2007



"Vou penetrar
A escura rua
Com minha lua
No teu existir

Vou me sentir
Alguma coisa inserida
Entre o homem e o menino
O estado da flor
A violência explosiva

Vou gravar a fita
Passar a limpo
Limpar os sapatos
Dançar em ti
Com teus saltos altos"

© CAETÉ


sexta-feira, outubro 19, 2007

Ventos forte de que um possível chega-prá-cá esteja para ser visto no cenário Político Paraense. Com a notória crítica feita por Dudu & Cia aos tucanos e seus mandatos, demostram a possibilidade de Dudu estar ao lado da caneta governista no próximo pleito em Belém.

terça-feira, outubro 16, 2007

Quem quer 2, perde em 2010


Muito ba-fa-fá em torno do nome que sairá do PT para disputar a prefeitura de Belém. Na DS - tendência da governadora Ana Júlia, a indicação de pretensos nomes está indefinida, até agora dois secretários disputam a questão: Suely Oliveira (SEDURB) e Edilson Moura (SECULT).

No Campo Majoritário, Mário Cardoso parece ser o nome preferido, mas Waldir Ganzer também se apresenta.

Quanto ao futuro, ninguém duvida: todos que lambem os beiços para abocanhar mais poder com a eleição de 2008, haverão de levar em consideração a eleição de 2010, ou seja, quem não abrir mão agora, poderá ter o retorno disso dois anos depois.
Paulo Rocha observa com mais interesse o Senado em 2010.

Ana Júlia e Jáder Barbalho querem o que mesmo?

segunda-feira, outubro 08, 2007

Citzen Bank

O vice-governador Odair Corrêa é o centro de uma acusação séria e grave sobre desvios no Banco do Cidadão. Cabe defesa e explicações, mas o ônus pelo que sei é de quem acusa. O que temos adiante?
Em um jornal local o vice-governador dispara:
"não ficará pedra sobre pedra. Todos os envolvidos serão punidos" e enfatizou que "não compactua com bandidos, nem faz acordos com gente assim". Teria salientado, ainda, que "não fez campanha pelo estado inteiro, pregando a transparência, para se sujar por R$ 30 mil".
O Banco suspederá suas operações por 20 dias até que sejam apuradas as denúncias.
Nunca um vice-governado do Estado havia sido tão badalado pela mídia paraoará desde Carlos Santos, vice de Jáder Barbalho tempos atrás...

Os Blogs, o "Povo", e a Opinião Pública

do blog 5ª Emenda

Admite-se, desde Poulantzas, que o poder no Estado não é monolítico, e que a luta pelo domínio das esferas de poder é permanente e mutante.Governos de coalizão tendem a acentuar essas disputas, e às vezes, membros da coalizão se desmembram ao chegar no poder.É certo, salvo alguma exceção que neste post queira se apresentar, que as maiores lideranças políticas deste estado - as que estão no poder ou longe dele - não conhecem detalhadamente estas teses, senão alguns de seus assessores mais dedicados ao estudo das questões do poder, que as transferem, sob a forma de sugestões de procedimentos decisórios e executivos, de volta às lideranças.É certo, ainda, que alguns poucos leitores e comentaristas do Quinta também desconhecem estas e outras descrições científicas dos meandros nos quais se esgueira a política, e aí sentenciam, por vezes de forma irrecorrível, com base nos desatinos deste ou daquele governo, a sua sorte, o seu destino.Trata-se de um equívoco.Outros, que desafortunadamente nunca foram apresentados a Gramsci, por exemplo - que aliás tem interessantes pontos de contato com Poulantzas - acham que é o "povo" quem faz a opinião pública, e daí derivam juízos de valor e hierarquias entre mídias.Lamento dizer que também se equivocam, profundamente.A respeito dessa hierarquia, cumpre informar que blogs são ferramentas cada vez mais efetivas na construção da opinião pública, mais do que pensam, gostariam, ou estariam preparados para tal os seus signatários, este inclusive.Mas são ferramentas muito efetivas sim.Mesmo neste sistema, nestes tempos, nestas terras. Ou seria por isso mesmo?

sábado, outubro 06, 2007

PAC da Cultura e a Playboy


Depois de tanto reboliço, ameaças, artigos, cpi´s e coisas do genêro, a jornalista Mônica Veloso, ex-amigante do Senador Renan Calheiros, resolve mostrar as estrelas que fizeram a mídia, a política e os empresários brasileiros agitarem-se, agora é a vez das bancas de revistas.



Era quarta-feira de manhã, aqui em Brasília, estava eu saindo do lançamento do Cultura Mais, também chamado de PAC da Cultura, o qual e irá destinar mais de 5 bi para esta área e desenvolverá um verdadeiro choque no setor, pois além dos recursos financeiros, haverá finalmente a integração de diversos ministérios e programas federais, fazendo com que a Cultura chegue à maioria dos Brasileiros, seja através do Vale-Cultura, dos Pontos de Cultura e demais programas do MINC.




Terminanda a cerimônia, deparei-me em frente ao ministério da Cultura com um fila de "empaletozados", assessores, assessoras, servidores e público em geral, à espera de sua vez para uma compra inusitada, adivinhem do quê !!



Se a pensão desta moça - capa da Playboy deste mês - foi paga com recursos públicos há de se apurar, mas uma coisa já podemos ter certeza: Tá assim de gente querendo engravidar de homens influentes na política Brasileira, já que jogador de futebol já não dá muito Ibope e nem se mantêm no cargo, caso pise na bola.

terça-feira, outubro 02, 2007

Sucessão Esperada

Zé Geraldo, atual presidente do PT-PA, não contará com a ajuda do Campo Majoritário para sua reeleição. Há forte inclinação do apoio da maior tendência interna do PT - Articulação Unidade na Luta - em apoiar o Dep. Estadual Carlos Bordalo, o qual comemora e agradece. A crise se desenrola desde a indicação do ex-dep. Estadual Mário Cardoso à candidato ao Governo do Estado. Articulada com Zé Geraldo, Ana Júlia obtém apoio em Brasília com o PMDB e através dos caciques do partido, consagra-se a candidata, contrariando a indicação estatutaria do PED que indicou democraticamente Mário Cardoso. Depois disso, Zé Geraldo foi diversas vezes reclamado por não assumir postura de um presidente partidário, nos momentos de composição do governo Ana Júlia, articulando em favor de sua tendência ao invés do partido como um todo. O resultado? É espera para ver e crêr !