Pesquisar por palavra-chave

domingo, janeiro 30, 2011

O Prédio que desabou em Belém

No http://asfalasdapolis.wordpress.com/

A foto mostra o antes e o depois do local onde ocorreu o desmoronamento do Edifício Real Class que  começou a ser construído em 2008 e seria entregue até o final de 2011 mas veio à baixo na tarde deste sábado (29/01) em Belém-PA.

Saldo: 04 operários desaparecidos e um morador visinho da obra.

“A trajédia poderia ser muito maior se tivesse ocorrido em um dia de semana quando cerca de 100 operários trabalham no local”, afirmou o Presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil do Pará, Sr. Aílson Cunha que denunciou que em 2010 morreram 10 opérarios da construção civil em Belém e que as condições de segurança são precárias além de que a convenção entre os  trabalhadores e as empresas da construção civil prevê que as empresas informem o sindicato das jornadas extras nos fins-de-semana, o que não é praticado em Belém e também não foi respeitado neste triste fato.

Foto de @Sergio_Veludo

Oposição no Congresso é a mais faltosa

No http://asfalasdapolis.wordpress.com/



Efraim Morais faltou a uma de cada quatro sessões durante a legislatura. Ele foi o senador que mais faltou sem apresentar justificativa.
Um ex-presidente do Senado, o líder e o presidente do principal partido de oposição do país. Um ex-integrante da Mesa Diretora suspeito de contratar fantasmas, um suplente mais conhecido pela cabeleira do que por sua produção legislativa, uma governadora recém-empossada e um senador que canta pagode gospel.

Esses são alguns dos perfis dos dez senadores que mais faltaram às sessões reservadas a votação no Senado na última legislatura sem apresentar justificativas. Eles deixaram de dar explicações sobre os motivos de 526 faltas registradas entre fevereiro de 2007 e dezembro de 2010 e justificaram outras 644 ausências por meio de licenças.

Ninguém faltou mais sem justificar nos últimos quatro anos do que o ex-primeiro-secretário da Mesa Efraim Morais (DEM-PB). Nesse período, Efraim faltou uma em cada quatro sessões deliberativas. Das 116 ausências acumuladas por ele, 67 não tiveram apresentação de justificativa. Depois de fracassar nas urnas em outubro, o parlamentar foi agraciado com a secretaria de Infraestrutura da Paraíba. No Congresso, ele tinha até o início do ano 66 servidores comissionados sob suas ordens. Uma investigação em curso apura denúncias de que ele teria contratado funcionários fantasmas.

Leia a matéria completa no Congresso em Foco.

A volta do blogger merece uma Cerpa para comemorar?

Uma Cerpa pra comemorar!?


Bem-vind@ ao blog As Falas da Pólis em sua versão WordPress.

É certo que você estranhe quase tudo por aqui. É que estamos de casa nova.
É isso mesmo. Depois de duas semanas tentando de tudo que é jeito recuperar meus quatro blogs no Blogger, desisti de ficar no aguardo e partir pra outra.

Meus leitores já me cobravam via email, Facebook, MSN, Orkut e até por SMS, informações pelo sumiço do endereço https://www.diogenesbrandao.blogspot.com, deletado da minha conta google de forma misteriosa e ainda estou sem conclusões de como isso aconteceu.

Confesso que tenho dificuldade em deixa de pensar nos incalculáveis prejuízos se eu realmente perder todas as informações, matérias, fotos e artigos por mim produzidos ou reproduzidos de outras fontes, naquele blog.

Entre os blogs de política no Pará, As Falas da Pólis sempre foi muito polêmico, sendo muitas vezes acusado de vazar informações do PT – por este que escreve, ser filiado aquele partido.

Pioneiro entre os blogs de militantes petistas, mantive insenção e ética no trato das notícias que abordavam as administrações, seja deste ou daquele partido, mas tenho lado, concepção e política na cabeça desde os 13 anos e por isso defendo conceitos, mandatos, gestões e pessoas que acredito.

Orientado pelo espírito do alemão Hans Magnus Enzensberger, meu blog foi e continuará sendo uma trincheira libertária, seja contra a ignorância de uma parcela significativa da chamada “esquerda” – que preconceitua sobre a liberdade de expressão e o uso dos meios de comunicação – e/ou , principalmente, contra os inimigos da classe trabalhadora. Como dizia Cazuza: “A burguesia é a direita é a guerra”.

A verdade é que As Falas da Pólis não se propõe a fazer jornalismo investigativo – por mais que eu goste – e só repercute informações que já são de domínio público, e por ser democraticamente crítico, integrantes do PT que assumiram o governo do Estado do Pará -  entre 2007/2010 – também eram citados em postagens que cobravam o modo petista de governar, as políticas públicas com controle social e participação popular e ética no trato da coisa pública, porque não?

Foi nele que dediquei mais de 4 anos com postagens,  muitas  das vezes ácidas, outras  elegantes, insuportáveis, reveladoras…Algumas, cheias de erros gramaticais e/ou ortográficos, mas pra mim o que mais importava é que era lá que eu me expressava, colocava pra fora sentimentos, interpretações do status quo, fazia guerra com alguns e fomentava a paz entre outros e, paradoxalmente, era repreendido e incentivao,  elogiado e difamado, mas sobretudo, reconhecido.

Posso dizer com toda a segurança, que depois da primeira postagem, nunca mais fui o mesmo. De um simples morador da Marambaia, lancei-me ao mundo, pelos bytes do meu blog.

Volto com uma disposição de não ser nem mais nem menos “injuado”. Farei a mesma coisa que fazia no antigo, mas cabe chamar a atenção para o fato de que mudei a URL, ou seja, o endereço do blog, que ao invés do meu nome, ganha agora seu próprio nome e sobrenome.

Tal medida é um ato de reconhecimento deste criador de que a criatura me superou e essa era a idéia inicial.

Bom, está amanhecendo e eu quero deixá-lo com a postagem que considero a volta triunfal do blog, mesmo que seja escrito por outro blogueiro, neste caso o jornalista Paulo Henrique Amorim, que reproduziu uma postagem do blog Amigos do Presidente Lula, que traz à tona, o processo que envolve o atual governador Simão Jatene com um esquema de corrupção nas eleições de 2006 e ainda pode ser considerado ficha-suja e perder seu mandato, recentemente conquistado no Pará.

É por causa de coisas assim que estou de volta!

Boa leitura!

Governador do Cerra enfrenta escândalo da Cerpa