Pesquisar por palavra-chave

quinta-feira, março 24, 2011

O Poço de Ética


"Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las". Voltaire.

Eis que o jovem dirigente do PSOL, Fabrício Gomes, ao chamar de sem-vergonha, mais de 3 milhões de paraenses que não votaram em sua candidata, Marinor Brito, é de um fundamentalismo pragmático que assusta quem não é do metiê político e deixa quem é com uma dúvida. 

Será mesmo um poço de moralidade e ética o partido que julga todos os demais?

Com a palavra, você leitor!

Um comentário :

  1. Se assim o fosse seus políticos ao deixarem o partido que os elegeram, entregariam o cargo. pois afinal suas campanhas foram bancadas pelo mansalão que eles tanto condenam(eu também)e que muito embora não tivessem conhecimento naquela época mas quando tiveram parece que pouco se importaram pelo fato de terem sido eleitos com dinheiro desonesto.Esse é o partido da ética, da moral e dos bons costumes.Então tá!

    ResponderExcluir