Mostrando postagens com marcador Google. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Google. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, junho 12, 2020

Voltamos!



Por Diógenes Brandão

Um mês e meio sem ser atualizado, o blog AS FALAS DA PÓLIS volta com força total. A última postagem feita no dia 27 de Abril de 2020 trazia como título PT do Pará virou puxadinho dos Barbalho, diz sindicalista petista. No outro dia, uma ação policial na casa deste blogueiro inquieto, resultou na apreensão dos celulares, notebooks e tablets existentes em sua residência, o que somado ao fechamento dos shoppings e lojas de telefonia celular, resultou em um lockdown em diversas contas de emails, incluindo a que dá acesso a este blog, já que possui senhas de seguranças que são enviadas para o número cadastrado na verificação de segurança do Google. 

Só agora, com uma portabilidade, voltamos. 

Prestes a completar 14 anos de existência, este blog não aceitará ser silenciado pela vontade birrenta do governo algum. A Liberdade de Expressão e de Imprensa não pode ser subjugada aos ditames de nenhum governante ou corporações interessadas em abafar os relatos de fatos de interesse público, como aqueles que este blog vem denunciando e informando, desde 2006.

No decorrer dos próximos dias, explicaremos um pouco mais como está o processo em que tentamos recuperar nossos equipamentos, incluindo o computador da minha filha, que com 13 anos e estudando o ensino fundamental, sentiu na pele a truculência dos agentes do Núcleo de Inteligência da Polícia Civil, que a mando do juiz Heyder Tavares, invadiram nossa residência e levaram entre outros objetivos as fontes dos aparelhos de telefone fixo, do modem e a central de controle do sistema de segurança, que nada tem a ver com qualquer investigação policial sobre calúnia e difamação, como reclamou o governador Helder Barbalho.

A partir de agora é mão na roda e no teclado, sem papa na língua!

Quem for podre, que se quebre!


P.S: Cabe lembrar que mesmo estando sem ser atualizado, o blog AS FALAS DA PÓLIS ocupou a 13ª posição no ranking dos mais acessos no mês de Maio, no ranking do SIMILARWEB. 

Leia em: AS FALAS DA PÓLIS: Blog se mantém entre os mais acessados, mesmo sem atualização

sexta-feira, julho 07, 2017

Edsel: "O círculo é real, o Marco Civil é ficção"

O Marco Civil da Internet tão comemorado, durante uma árdua batalha entre a sociedade e as companhias telefônicas, no Brasil, virou lenda. 

Por Edsel Ferri, no Tribuna de Debates

O cineasta James Ponsoldt é o idealizador do filme “O Circulo”, que utiliza a ficção para fazer uma critica ao crescente monopólio das redes sociais. Esses canais digitais, além de invadir a privacidade das pessoas, as induzem a fazerem coisas, com o pretexto de ser para “o seu bem”, ou enquadrar-se em tipos socialmente aceitos.

Na vida real, o Facebook e o Google já ganham mais em anúncio do que todos os jornais e rádios juntos. Segundo o prestigiado site Bluebus, somados chegam a quase US$ 130 bilhões, por ano, sem esquecer que, ainda vendem seus dados de navegação e preferências de consumo ao mercado, em total desrespeito à privacidade e ao anonimato.

No caso do buscador, chegou a ser multado, recentemente, pela União Européia, por infringir as regras de antimonopólio; Facebook e Twitter não são diferentes, seus algoritmos são segredos de estado e mudam a todo o momento, dificultando a vida de quem utiliza essas ferramentas para distribuição de conteúdo.

Agrega-se tudo isso ao fato de que o Telegram, principal concorrente do Whattsapp, que pertence ao Facebook como o Instagram, vem sendo ameaçado de bloqueio, com o pretexto de ser a ferramenta utilizada pelos “terroristas”, haja vista sua impenetrabilidade ou melhor segurança e privacidade dos usuários.

Agora, vamos a tragédia anunciada à rede progressista no último dia 30/06 (e já sentido de forma amarga pelo movimento ativista de esquerda, que está assistindo as audiências de seus blogs despencarem). O Facebook de forma ilegal, arbitrária e com intuito comercial e de monopólio da distribuição acaba de catalogar como “spammer ” os perfis de ativistas que distribuem mais de 50 links por dia, links não anunciantes , claro; ou seja, de agora em diante seremos punidos por postar em quantidade no facebook, enquanto o poder econômico abusa de anúncios e “cordialidades” de Zuckerberg.

O editor, do influente blog Falando Verdades, desabafou que a audiência de sua página despencou de 100 para 10 mil views, em um único dia praticamente, inviabilizando os custos de manutenção da página. O futuro, que parece se desenhar para os blogs independentes, é o mesmo que ocorreu para as antigas páginas de memes, que se extinguiram, quando o facebook resolveu limitar o alcance de postagens baseadas em imagens (memes).

E o Marco Civil da Internet tão comemorado, durante uma árdua batalha entre a sociedade e as companhias telefônicas, no Brasil, virou lenda. Letra morta não aplicada, não fiscalizada, não garantista. Está ali, esperando para ser revogado por desuso e dar lugar a última fronteira do monopólio da narrativa: a franquia de dados.

Espera-se que o Ministério Público e o Congresso Nacional atentem-se a essa agressiva violação de direitos, em um momento tão efervescente da sociedade, e que sigam o exemplo da União Européia, penalizando pesadamente tais práticas.

*Edsel Ferri é Gremista, Ativista, Ayuhasqueiro e militante da paz e das causas humanitárias.

O cemitério hospitalar de Helder Barbalho

Depósito da SESPA está mais para um cemitério de equipamentos hospitalares, denuncia populares. Por Diógenes Brandão O escândalo ...