Pesquisar por palavra-chave

segunda-feira, julho 26, 2010

Quem foi o melhor governante do Pará?

Já está no ar (alí ao lado) a enquete que quer a opinião dos leitores do blog e vai direto ao ponto, sem direcionar as respostas, como muitos fazem por aí e pergunta: qual o governante que mais fez pelo Pará. A pergunta se refere aos político que já estiveram no poder executivo, ou seja, já foram governadores. Com exeção de Almir Gabriel e Jader Barbalho, os demais são candidatos novamente ao governo do Estado, a saber, Ana Júlia (PT) e Simão Jatene (PSDB). A votação será encerrada na próxima segunda-feira, portanto vote e acompanhe a decisão d@s minhas (meus) querid@s leitoras (es).

Pautando o Noblat pelo Twitter

Pelo twitter, pauto o famoso blogueiro Ricardo Noblat que insiste em fazer o jornalismo parcial voltado aos interesses dos grandes meios de comunicação do Brasil.

Veja, ops, Leia!

@JimmyNight @BlogdoNoblat o Sr. poderia me dizer o porque de tanto ódio do PT, MST e da esquerda?

@BlogdoNoblat @JimmyNight Eu? Nenhum.

@JimmyNight @BlogdoNoblat e porque não falas do período nefasto das privatizações do FHC, das mentiras do Serra e de tudo que a direita fez no país?

Até agora sem resposta!

Campanha pela WEB no Brasil e no Pará

Esta campanha eleitoral inaugura uso das chamadas mídias sociais e redes sociais na internet brasileira e disparadamente o PT e seus candidatos são os que mais agregam seguidores, comunidades, redes de contatos e perfis de apoio dos internautas.

Tal fenômeno pode ser explicado dado à densidade crítica e propositiva que emerge da esquerda brasileira, o que tem feito com que pessoas com opinião e disposição ao debate utilizem-se dos inúmeros recursos de comunicação na internet para expressarem-se.

De olho neste potencial militante, a campanha da ex-petista Marina Silva (PV) se lança como uma das que utiliza, e o faz de forma correta, do twitter, Facebook, Orkut e blogs, entre outras redes de relacionamento existentes.

Com o foco principalmente na juventude - mas não só - os partidos brasileiros vão aos pouco descobrindo o potencial que a internet proporciona para divulgação de suas propostas/opiniões, sem esquecer das campanhas nas ruas, mas considerando que enquanto estão em um lugar, outros apoiadores estão em outro, em muitos casos acessando fotos, depoimentos, notícias e propostas do dia-a-dia do candidato da sua própria casa, do seu trabalho ou de qualquer outro lugar que esteja conectado, até mesmo do seu próprio celular- caso possua conexão 3G.

Vale lembrar que nos EUA, onde as últimas eleições presidências contaram pela 1ª vez com as ferramentas da internet na campanha eleitoral, o atual presidente Barack Obama declarou que a internet foi fundamental para sua vitória, pois possibilitou que muitas das suas propostas.

Aqui no Pará, Ana Júlia (PT) e Simão Jatene (PSDB) vão aos poucos tateandos os recursos através de equipes contratadas, mas como voluntariado é coisa rara na ala tucana, a petista vai seguindo à dianteira na busca por sua reeleição, contando com o suporte imprescindível que emana de milhares de pessoas que hoje em dia preferem mil vezes dá uma “twitada”, do que acompanhá-la em uma de suas caminhadas pelo interior do Estado ou na periferia de Belém.

Lula Sanciona Estatudo da Igualdade Racial

Pintura do líder negro Zumbi dos Palmares
O Estatuto da igualdade racial foi sancionado ontem pelo Presidente LULA. O Estatuto tem como objetivo promover políticas públicas de combate à discriminação e igualdade de oportunidades.

O presidente também sancionou na cerimônia o projeto de lei que cria a Universidade Federal da Integração Luso-Afro-Brasileira (Unilab), que será sediada na cidade de Redenção, no Ceará. O foco da instituição será a integração do Brasil com os países da África, especialmente com os membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Lula aproveitou o ato de sanção para defender sua política social. Ele disse que programas como o ProUni, Pró-Jovem, Pronasci e Fundef promovem igualdade social no país. Ele foi muito aplaudido pela platéia, formada por lideranças do movimento negro, ao informar que batizará um navio da Transpetro com o nome de Zumbi dos Palmares. Principais ítens constantes do Estatuto: Na educação: Obriga as escolas públicas e privadas de ensino médio e fundamental a ensinar história geral da África e da população negra no Brasil. No Trabalho: Incentivo de atividades produtivas rurais para população negra e proíbe empresas de exigir "aspectos próprios de etnia" para vagas de emprego. No Esporte: Reconhece a capoeira como esporte e determina que o governo destine recursos para a prática. Na Religião: Reitera o livre exercício dos cultos religiosos e libera assistência religiosa aso seguidores em hospitais. Na Internet: Além de multa para quem praticar crime de racismo na Internet, prevê a interdição da página. Quilombos: Garante às Comunidades Quilombolas direitos de preservar costumes sobre a proteção do Estado. Garante ainda linhas de financiamento especiais para as comunidades quilombolas. Poder Público: Prevê a criação de ouvidorias permanentes em defesa da igualdade racial para acompanhar a implementação de medidas e estabelece que o Estado adote medidas para coibir a violência policial contra a população negra. O Estatuto entrará em vigor após 90 dias da sanção do presidente. Fonte: Blog Amigos de Colares

Boxe Internacional no Marajó

Do Blog Amigos de Colares Neste último sábado, dia 23 de julho, ocorreu no município de Cachoeira do Arari, na Ilha do Marajó, um sensacional evento esportivo, com a competição oficial de boxe, onde colocou-se em disputa o cinturão de Campeão Latino-Americano de pesos leves. O vencedor foi o paraense Renato, membro da academia do famoso treinador "Zéze do Boxe". Os marajoaras, exímios na arte da luta marajoara, puderam apreciar o uso de técnica e de esforço competitivo dos boxeadores. A iniciativa da Federação Brasileira e Paraense de Boxe, da Prefeitura Municipal de Cachoeira do Arari, apoiados por vários parceiros do desenvolvimento como PAULO ROCHA, deputado-federal do PT, merecem ser registradas e servir de exemplo para os municípios, que, assim como Colares, carecem de socialização do esporte e do lazer, cabendo aos administradores proporcionar as condições para que ocorram em seus municípios o exercício destes direitos e a realização de eventos como este.