Pesquisar por palavra-chave

quarta-feira, julho 27, 2011

Terruá Pará: Quando a esmola é grande...


Como era de se esperar, a 1ª noite do Terruá em Belém lotou. 

A fila para os ingressos foi grande e mesmo quem chegou até uma hora antes, comentou nas redes sociais que apenas as primeiras 20 pessoas conseguiram apanhar os ingressos, colocados à disposição do público e rapidamente esgotados. Os promotores, rapidamente sacaram a desculpa de que o evento por ser bom estaria sendo muito procurado e trataram rapidamente de improvisar uma propaganda causuística para conter as críticas que surgiam. 

O remendo de dizer que as reclamações se davam por conta da procura demasiada não colou, mas mesmo assim a farsa foi mantida, com as falas de que haviam providenciado mais duas noites para os que não haviam conseguido pegar ingressos na primeira.



Como toda mentira tem pernas curtas, o blog lembra que as três noites nada tem haver com a uma solução posterior nem uma forma de compensar as críticas, pois já estávam pré-agendas e várias pessoas denunciaram que no desespero das cobranças, houve sim, ao contrário do planejado, a distribuição de ingressos para os outros 2 dias já neste primeiro.


Quem for hoje e quinta que se cuide para não ficar chupando dedo e dançar, já que tudo leva à crêr que além dos ingressos sorteados em promoções da FUNTELPA e os distribuídos os músicos/bandas, a organização do evento priorizou a distribuição entre os orgãos do próprio governo, agraciando assim o secretariado e principais assessores de Jatene, com a tão sonhada gratuídade para os excelentes E BEM COMENTADOS shows do Terruá Pará.
É assim, quando a esmola é grande, todo santo deve desconfiar.

Siga-me no Twitter: @JimmyNight
 

Um comentário :

  1. Caro Jimmy Night,

    Embora o secretário Ney Messias tenha afirmado que o teatro teM 400 lugares, o site oficial (http://www.fcptn.pa.gov.br/diretorias/diretoria-de-interacao-cultural-dic/teatro-margarida-schivasappa.html) fala em 485. Olha, se foram distribuídos 90 ingressos para os músicos e digamos que 30 tenham sido distribuídos na fila (como os relatos dão a saber) restam ainda 335 ingressos, que pergunto a você: onde será que foram parar? distribuir ingressos ou qualquer outro favor ou vantagem se beneficiando de cargo público para isso tem um nome: peculato e merece investigação e punição. Absurdo!

    Sobre PECULATO: http://www.jusbrasil.com.br/topicos/290060/peculato

    ResponderExcluir