Pesquisar por palavra-chave

segunda-feira, abril 06, 2020

A resposta de Zenaldo Coutinho sobre o vídeo do PSM da 14

Prefeito de Belém tomou a iniciativa de responder diretamente ao blog sobre a denúncia de mal atendimento no PSM da 14.

Por Diógenes Brandão

O prefeito de Belém Zenaldo Coutinho enviou mensagem ao blog AS FALAS DA PÓLIS esclarecendo que adotou medidas para atender imediatamente o paciente e apurar os responsáveis, logo soube do caso de um cidadão, que não teria sido atendido no PSM da 14 de Março, noticiado aqui, na madrugada desta segunda-feira, 06. 

A resposta do prefeito foi à matéria Pará ultrapassa os 100 casos de COVID-19, onde chamamos a atenção, para que tanto o governador, quanto ele, o prefeito de Belém, tenham mais atenção com as denúncias de mau atendimento, que vem circulando nas redes sociais, como vimos no vídeo com uma cidadã reclamando da falta de atendimento no Pronto Socorro Municipal, revelou uma situação dramática. 

"Ontem mesmo, ao tomar conhecimento do vídeo DETERMINEI acolhida do paciente e apuração dos procedimentos! O PSM da 14 tem sido referência de boas práticas e alta resolutividade. Essa conduta vai ser investigada em defesa da vida desse paciente e de resguardo do conjunto de profissionais que tem se dedicado com amor e sacrifício!", disse Zenaldo Coutinho em uma mensagem privada.


A iniciativa do gestor municipal é totalmente diferente da adotada pelo gestor estadual, que não responde as perguntas da imprensa, sobretudo quando estas tocam em temas sensíveis e que acabam sendo jogadas na lata de lixo da indiferença e da arrogância. 

Ao prefeito, este ansioso blogueiro perguntou qual as medidas que estariam sendo adotadas para impedir que novos casos aconteçam e o andamento da apuração dos fatos. 

O blog aguarda as respostas e agradece a atenção e o feedback.

Pará ultrapassa os 100 casos de COVID-19


Por Diógenes Brandão

A Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) confirmou a morte da segunda pessoa por Covid-19 no Pará. O informe foi feito no fim da noite deste domingo, 5, através das redes sociais. "A paciente era uma mulher de 50 anos, residente em Belém. O estado tem 86 casos confirmados da doença em 17 municípios. A primeira morte foi registrada em Santarém, na última quarta-feira (1º). Até as 19h30 deste domingo, o Pará tem 133 casos em análise", informou o G1-PA, mas a família da idosa deste primeiro caso, contesta o laudo e o exame apresentados pelo poder público.

Leia também: 1ª morte por COVID-19 no Pará é questionada

O anúncio revela o quanto estamos em uma situação que nos força a continuar ou adotarmos medidas drásticas para mantermos o isolamento social e cobrarmos cada vez mais o empenho e menos propagada e ações midiáticas da classe política, sobretudo dos agentes públicos, como o governador Helder Barbalho, que disse no fim do mês de Março que havia assinado contrato de compra, no valor de R$ 100 milhões, para aquisição de 400 kits de UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo) temporárias, oriundos da China, para atender pacientes com a doença. "Os kits são formados por respiradores (400 unidades), monitores multiparamétricos (400), oxímetros de pulso (400) e bombas de infusão (1.600)"

"Até agora, nenhum desse equipamento apareceu nas unidade de tratamento do sistema de saúde pública do estado", informou um médico que está preocupado com o aumento do número de mortes que deverão ser notificadas pelas autoridades, de hoje em diante.

Por sua vez, o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho também precisa ter mais atenção com o atendimento que vem sendo denunciado pelas redes sociais. Um vídeo com uma cidadã reclamando da falta de atendimento no Pronto Socorro Municipal, revelou uma situação dramática.

Assista: