Pesquisar por palavra-chave

terça-feira, outubro 25, 2011

OAB-PA começa a perder quadros devido a intervenção federal



Zé Carlos é presidente da Comissão de Meio Ambiente da OAB-PA até hoje. Está deixando o cargo por não aceitar o ato autoritário e parcialmente manobrado pelos inimigos da democracia que fizeram de tudo para impor uma derrota à luta contra a corrupção no Estado do Pará.


Leia o email enviado pelo nobre advogado.



É como muita tristeza que informo o meu desligamento da Comissão de Meio Ambiente da OAB-Pará, ato que farei hoje pela manhã em expediente endereçado ao interventor de plantão. Minha decisão está no fato de discordar frontalmente da medida adotada em sessão "secreta" pelo Conselho Federal que não respeitou o direto de defesa, do contraditório e do devido processo legal, baseando-se não em provas, mas exclusivamente em versões mentirosas, divulgadas no Jornal Diário do Pará do Senhor Jader Barbalho, ferido de morte pelos atos moralizadores do combate a corrupção e pela Lei da Ficha Limpa, levado adiante pela diretoria violentamente deposta.

É a primeira vez que um ato violento assim ocorre na nossa Instituição, mas também foi a primeira vez que um grupo de oposição comprometido com os advogados e com a sociedade havia chegado ao poder dentro da Ordem. Também foi a primeira vez que uma diretoria teve coragem de ir as ruas em combate a corrupção. Também foi a primeira vez que desagradamos os poderosos no Pará. Foi a primeira vez que a OAB falou e fez como no casso do TQQ, antes os nossos protestos não passavam de entrevistas sem qualquer consequência, sem ações ajuizadas, sem denúncia ao CNJ, sem nada. Também foi a primeira vez que uma diretoria corajosamente cortou de seus diretores o cartão corporativo de milhões, telefones celulares de dez mil mensais, carros, compras e outras farras sustentadas pelo dinheiro da nossa anuidade. Tudo tem uma primeira vez e também foi a primeira vez que os advogados paraenses mais simples, sem nome familiar a carregá-lo, apenas com os livros e trabalho, tiveram vez na Ordem.

Agradeço a colaboração de todos e parabenizo a nossa Comissão de Meio Ambiente por tão relevantes trabalhos, que neste curto espaço de tempo democrático, prestaram aos advogados paraenses, a sociedade atual e as futuras gerações, merecedoras de receber um meio ambiente ecologicamente equilibrado. Agradeço aos parceiros de outras instituições como MPE, MPF, CREA, UFPa, CNBB. Agradeço as parceiras da sociedade civil organizada como a REVOLEA, FÓRUM DAS ILHAS, POEMA, BOLSA AMAZÔNIA, REDE DE CATADORES, ONG NO OLHAR, ASSOCIAÇÂO DE MORADORES DE BARCARENA, DEMA, PV e tantas outras que confiaram no trabalho da Comissão e da OAB-Pará. Aos parlamentares Arnaldo Jordy, Cláudio Puty, Edmilson Rodrigues, Carlos Bordalo, Edilson Moura, Gabriel Guerreiro, Marquinho, Adalberto Aguiar, Otávio Pinheiro, Carlos Augusto, Abel Loureiro, Fernando Dourado, José Scaff. que diretamente contribuíram com os trabalhos da Comissão de Meio Ambiente.

Assim que a democracia for restabelecido voltarei a colaborar.

José Carlos Lima é advogado, blogueiro e presidente da Comissão de Meio Ambiente da OAB-PA.

Quem fornece a comida do PSM da 14?

Local Vocal - 90's Dance acapella medley mix

Pra quem curtiu as discotecas dos anos 90 o vídeo de um grupo chamado Danish acapella.

As músicas que compõem o vídeo prá lá de criativo, são as seguintes:

Rythm of the Night – Corona (1993)
What is Love – Haddaway (1992)
All That She Wants – Ace of Base (1992)
Scatman (Ski-Ba-Bop-Ba-Dop-Bop) – Scatman John (1994)
Dub-I-Dub – Me & My (1995)  
Dub-I-Dub – Axel Boys Quartet (1997)
I Like to Move It – Reel 2 real (1994)
Be My Lover – La Bouche (1995)
No limit – 2 Unlimited – (1992)
Sing Hallelujah – Dr. Alban (1993)

Lute, mas cuidado!



"Quem luta com monstros deve velar por que, ao fazê-lo, não se transforme também em monstro. E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti."

Friedrich Nietzsche

Você já tem twitter? 

Eu também tenho. 

Que tal clicar e me seguir?

@JimmyNight

As Falas de Jarbas Vasconcelos



Um dia depois da decisão do Conselho Federal da OAB aprovar intervenção na OAB-PA e afastar por 06 meses o presidente da OAB-PA, Sr. Jarbas Vasconcelos e parte de sua diretoria, o advogado lançou uma carta aberta à sociedade, na qual clama por justiça, diz que lutará contra a “iniquidade dos que semeiam mentiras, calúnias e infâmias” e que “confia na força da Justiça e no valor de suas Instituições democráticas, sob o manto do devido processo legal".

Leia a carta na íntegra.

Aos advogados, à sociedade,

"O CONSELHO FEDERAL DA OAB, maculando sua história, decretou inédita e vergonhosa intervenção punitiva na SECCIONAL DO PARÁ. Contra a Lei e o Direito prevaleceu o apetite político daqueles que me fazem oposição, para manter regalias e privilégios, e sem nenhum senso de freio moral.

NADA HÁ PARA CORRIGIR, SANEAR OU PREVENIR NA SECCIONAL DO PARÁ!

Pelo contrário: temos muito para celebrar.

Nem pode ser crível que os interventores da direção federal recebam como missão invalidar os atos de moralidade administrativa que implementei, em defesa do patrimônio da Seccional, que recebi falido. Sempre tive consciência dos riscos que corria. Afinal de contas, tirei dos meus adversários CARTÕES CORPORATIVOS, CARROS, FRANQUIAS TELEFÔNICAS E O USO INDEVIDO DE DINHEIRO DA SECCIONAL.

Quando assumi a ordem tive que dar conta de uma dívida de quase dois milhões de reais.
Tenho vida pessoal, familiar e profissional irrepreensíveis. Nada me envergonha, tudo me honra. Venci com livros e trabalho. Custa-me demandar contra a Instituição que orgulhosamente integro.

Contudo, diante da gravidade da hora e da covardia dos meus adversários, não devo abdicar dessa alternativa.

Confio na força da Justiça e no valor de suas Instituições democráticas, sob o manto do devido processo legal.

Creio piamente na VITÓRIA DO BEM sobre a iniquidade dos que semeiam mentiras, calúnias e infâmias.

Defenderei meu mandato e minha dignidade pessoal tão violentamente atingidos. O fisiologismo que tanto condenamos nos poderes da República não pode triunfar na OAB!

Até breve, muito breve, com as bênçãos do nosso Deus."

JARBAS VASCONCELOS, Advogado.